Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Proteger o meio ambiente com arte
Potenciar resíduos como matéria-prima

Proteger o meio ambiente com arte

Âncora Praia FC foi alvo de assalto, com prejuízos a atingir os 5 mil euros

Proteger o meio ambiente com arte

As Nossas Escolas

2023-06-02 às 08h03

José Paulo Silva José Paulo Silva

Escola Frei Caetano Brandão promoveu uma semana dedicada ao ambiente e às artes. Programa visou apresentar os resultados das acções de educação ambiental realizadas ao longo do ano lectivo com recurso a actividades artísticas.

Citação

Cativar os alunos para as questões ambientais de forma apelativa e criativa, com recurso às artes, foi o propósito da ‘Semana Eco-Escola & Plano Nacional das Artes’, que mobilizou a comunidade da Escola EB 2,3 Frei Caetano Brandão nos últimos dias.
Com o propósito de celebrar o Dia Mundial do Ambiente e o Dia Mundial da Criança, estiveram patentes diversas exposições neste estabelecimento do Agrupamento de Escolas de Maximinos, que acolheu momentos artísticos protagonizados pelos alunos do ensino articulado de dança, numa semana em que foram apresentadas instalações plásticas com reutilização de materiais.

Ontem, último dia da ‘Semana Eco-Escola & Plano Nacional das Artes’, para além da apresentação de excertos do espectáculo ‘Paisagens Sonoras’, realizou-se o jogo ‘Resíduos? Só no Ecoponto!’ e foram entregues os prémios dos concursos ‘Super-Ecológico’ e ‘Brigada da Cantina’, patrocinados pela União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves.
Berta Henriques, a docente que coordena o Projecto Eco Escola da EB 2,3 Frei Caetano Brandão, disse ao Correio do Minho que a ‘Semana’ visou “dar visibilidade a todo o trabalho realizado nas áreas ambiental e artística” no ano lectivo prestes a terminar.

A Frei Caetano Brandão está reconhecida como Eco-Escola desde o ano lectivo 2012-2013, promovendo, desde então uma actividade mais sistemática de educação ambiental para a sustentabilidade.
A ‘Brigada da Cantina’ é uma dessas iniciativas, tendo sido ontem premiados os alunos que mais se distinguiram, este ano lectivo, na luta contra o desperdício alimentar e na promoção de uma alimentação mais saudável.
Berta Henriques espera, no próximo ano lectivo, uma maior adesão da comunidade estudantil, já que, dos 70 alunos que aderiram inicialmente no corrente ano, apenas onze chegaram ao final da iniciativa que distinguiu aqueles que mais vezes entregaram a cantina escolar tabuleiros sem restos de comida, obtendo assim registo de ‘smiles’ nas respectivas cadernetas.

O concurso ‘Super Ecológico’ premiou, por seu lado, os alunos que maior quantidade de resíduos entregaram na escola para reciclagem, nomeadamente lâmpadas, aparelhos eléctricos, óleos, tampinhas, rolhas de cortiça, escovas de dentes e radiografias
Na última auditoria realizada no âmbito do Projecto Eco-Escola, foi detectado que cerca de metade das famílias dos alunos que frequentam a Escola Frei Caetano Brandão não fazem separação de resíduos para reciclagem nas suas casas, indicador obtido por amostra que se pretende melhorar nos próximos anos.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho