Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Provedor não deve ficar refém dos estudantes
Plataforma ‘Viana Market’ projecta comércio tradicional no mundo tecnológico

Provedor não deve ficar refém dos estudantes

Vizela: Câmara instala máquinas de venda de máscaras no concelho

Provedor não deve ficar refém dos estudantes

Ensino

2010-06-08 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

O docente António Paisana é o primeiro Provedor do Estudante da Universidade do Minho. Na tomada de posse prometeu autonomia e independência.

António Paisana tomou ontem à tarde posse como primeiro Provedor do Estudante da Universidade do Minho (UM). Após a investidura, o presidente do Conselho Geral aconselhou-o a não ficar “refém dos estudantes”.
Luís Braga da Cruz entende que o Provedor, eleito há dois meses para um mandato de dois anos, “deve exercer o seu cargo com independência e rigor na defesa dos interesses e direitos dos próprios estudantes”.

Essa independência está consagrada nos estatutos da UM e foi salientada pelo próprio António Paisana, num discurso em que afirmou que “será sempre alguém que estará perto, da Associação Académica”, instituição que, em sua opinião, “defende, de uma forma exemplar, os interesses dos estudantes”.
Presente da tomada de posse,o presidente da Associação Académica, Luís Rodrigues manifestou ao Provedor “total apoio”.

Como objectivos imediatos, o Provedor enunciou a criação de uma página web para a divulgação do novo cargo e uma base de dados que permita acompanhar os processos que lhe cheguem às mãos. António Paisana dispõe já de instalações próprias no campus de Gualtar e brevemente no de Azurém.

O reitor António Cunha assinalou a posse do Provedor do Estudante como o fim do ciclo de implementação do novo regime jurídico das instituições do ensino superior na UM e considerou que, atendendo a enquadramento “muito difuso”, António Paisana terá que construir o seu próprio cargo.
Este prometeu diversas formas de actuação, desde o simples esclarecimento à intervenção, passando pelo aconselhamento e mediação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho