Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
‘Provedoras da cidadania transfronteiriça’ dão distinção à eurocidade Cerveira-Tomiño
Luís Rodrigues é o novo director da Startup Braga

‘Provedoras da cidadania transfronteiriça’ dão distinção à eurocidade Cerveira-Tomiño

Animais são ex-libris de romaria minhota

‘Provedoras da cidadania transfronteiriça’ dão distinção à eurocidade Cerveira-Tomiño

Alto Minho

2019-12-12 às 10h00

Redacção Redacção

Uma menção honrosa foi atribuída pelo Observatório Internacional da Democracia Participativa à eurocidade Cerveira-Tomiño pela criação do projecto ‘Provedoras da cidadania transfronteiriça’ - evidenciado-a como um exemplo de cooperação.

A eurocidade Cerveira-Tomiño foi premiada com menção honrosa pela criação das provedoras da cidadania transfronteiriça. O galardão foi atribuído pelo Observatório Internacional da Democracia Participativa (OIDP), numa cerimónia que acabou de ser realizada em Iztapalapa, na Cidade do México.
A eurocidade Cerveira-Tomiño apresentou a experiência das provedoras transfronteiriças como um instrumento impulsionador da participação cidadã. Na fundamentação da candidatura destacou-se que “apesar das fronteiras físicas terem sido banidas da União Europeia, ainda persistem muitas ‘fronteiras burocráticas’ que impedem uma cooperação eficaz entre as comunidades locais”.
Acrescentando-se que a existência de instituições pioneiras de carácter transfronteiriço como as provedoras ou o Orçamento Participativo Transfronteiriço facilitam o a cidadania com o objectivo de construir eurocidadania e “zonas francas sociais” com maior igualdade e melhor qualidade de vida.
Entre todas as candidaturas enviadas à 13.ª edição do certame ‘Boa Prática em Participação Cidadã’ foram eleitas 14 e, posteriormente, um júri seleccionou as seis finalistas que seriam distinguidas com menções honrosas no encerramento da 19.ª Conferência da OIDP realizada no México.
A candidatura vencedora foi apresentada pelo Governo de Nariño (Colômbia) e as menções honrosas foram atribuídas à eurocidade Cerveira-Tomiño e a outras quatro cidades: Bordéus (França), Bogotá (Colômbia), Medellín (Colômbia) e Metz (França).
Criado em 2001 e agrupando mais de 800 vilas, cidades e organizações de todo o mundo, o objectivo da distinção da OIDP é reconhecer as experiências inovadoras que os governos locais desenvolvem no campo da democracia participativa. Simultaneamente, procura-se dar visibilidade a estas práticas, dando-as a conhecer a outros governos locais para que possam ser replicadas. As propostas devem ter envolvimento comunitário, a am- pliação dos direitos da cidadania relacionados com a participação política, entre outros aspectos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.