Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
PSD defende sustentabilidade das instituições sociais
Braga precisa ser “cantada na literatura”

PSD defende sustentabilidade das instituições sociais

Novembro com estreias na Casa das Artes de Famalicão

PSD defende sustentabilidade das instituições sociais

Nacional

2019-09-12 às 15h27

Redacção Redacção

Sustentabilidade das instituições sociais é uma causa a que o PSD dá particular atenção, face ao impacto do trabalho das IPSS no terreno - vincou André Coelho Lima, numa sessão em Vizela.

André Coelho Lima garante que a “sustentabilidade das instituições sociais é uma causa a que o PSD dá particular atenção, face ao impacto do trabalho das IPSS no terreno, junto das pessoas com mais carências e dificuldades”.
A garantia foi deixada pelo cabeça-de-lista no distrito numa sessão pública em Vizela, terça-feira à noite, para apresentação da vizelense Cidália Faria como candidata a deputada.

Perante a actual situação de “asfixia financeira” a que o governo do PS tem colocado as IPSS, com as “cativações e atrasos cada vez maiores nos pagamentos do Estado”, os social-democratas apontam como alter- nativa o programa eleitoral proposto pelo PSD, assente numa resposta reformista estruturada, sem complexos ideológicos e capaz de apoiar e motivar as instituições a trabalhar em parceria, para cumprir as obrigações sociais do Estado.
“O importante é resolver os problemas das pessoas e promover o seu bem-estar, sem preconceitos ideológicos. Um Estado mais eficiente e organizado, estará mais apto e motivado a responder positivamente às necessidades dos cidadãos”, defendeu Coelho Lima, acrescentando que “a eficiência traz menos desperdício de recursos e de dinheiro público, abrindo espaço à diminuição de impostos”.

As preocupação sociais foram apontadas por Cidália Faria como uma prioridade para a sua intervenção na vida política. Destacou “o trabalho excelente das IPSS em Vizela”, nas mais diversas áreas, desde a infância e velhice à deficiência.
A candidata aproveitou para destacar as propostas para garantir creches e jardins-de-infância gratuitos para todas crianças, a partir dos seis meses, com incentivos também a empresas, associações empresariais e autarquias, além das IPSS, para a criação de estruturas nesta área.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.