Correio do Minho

Braga,

- +
“Queremos um Gil Vicente capaz de fazer valer o factor casa”
IPSS devem ter gestão mais profissional e mais criativa

“Queremos um Gil Vicente capaz de fazer valer o factor casa”

‘Conspiração da Arte’ inaugura “ano de luxo” na programação da zet gallery

“Queremos um Gil Vicente capaz de fazer valer o factor casa”

Desporto

2019-12-15 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Vítor Oliveira, técnico recém-eleito como o melhor dos meses de Outubro e Novembro, alerta para a qualidade e organização do Vitória, mas quer um Gil a tentar assumir as despesas da partida. O técnico Ivo Vieira, na ressaca do brilharete europeu alcançado na Alemanha, quer os jogadores com os pés bem assentes na terra, para conseguir somar novo triunfo na I Liga e igualar, ainda que à condição, o Sporting no 4.º lugar.

O Estádio Cidade de Barcelos recebe esta tarde (17.30 horas) o dérbi minhoto da 14.ª jornada da I Liga, com o Gil Vicente, 10.º classificado com 16 pontos, a receber o Vitória SC, que tem mais quatro pontos e está na quinta posição.
Na antevisão da partida, Vítor Oliveira, que recentemente foi considerado o melhor treinador da I Liga nos meses de Outubro e Novembro, reconheceu que o Vitória “tem um grande plantel” e que estará motivado pela vitória na Alemanha, diante do Frankfurt.
“Vêm moralizados por causa de uma vitória fantástica. A campanha europeia não correu da forma pretendida, mas acabou com brilhantismo. Não se vai colocar o problema do cansaço, até porque penso que haverá mudanças substanciais. O Vitória é aquele tipo de equipas em que não sabemos muito bem quem são os titulares e os suplentes e o treinador já provou que é um bom gestor dessas situações”, analisou Vítor Oliveira, que apesar da consciência da valia do adversário, que um Gil Vicente apostado em impor o seu futebol, jogando em casa.
“O Vitória precisa de pontos para se estabilizar nos lugares cimeiros e não acredito que uma vitória na Alemanha vá por os seus jogadores em bicos de pés. Estamos a contar com um adversário no limite das suas capacidades, mas também queremos um Gil Vicente capaz, a fazer valer de forma determinante o factor casa”, frisou.

“O Gil vai-nos colocar tantas ou mais dificuldades do que o Frankfurt”

O técnico Ivo Vieira, na ressaca do brilharete europeu alcançado na Alemanha, quer os jogadores com os pés bem assentes na terra, para conseguir somar novo triunfo na I Liga e igualar, ainda que à condição, o Sporting no 4.º lugar.
“Os jogadores têm de estar motivados, mas também em alerta. Têm de perceber que o Gil nos vai colocar tantas ou mais dificuldades do que as que o Frankfurt nos ofereceu. Temos de ser muito competitivos, muito concentrados e abordar bem todos os lances”, avisou o técnico do Vitória SC, que reconheceu no seu homólogo gilista um “treinador com muita competência e muitos anos de futebol”, que tem uma equipa “muito bem organizada no processo defensivo e forte nas transições”. Até por isso, realça, a tarefa dos vimaranenses não será fácil.
“Nunca perdemos a nossa identidade. O objetivo é, em cada jogo, procurar a baliza do adversário, mas estamos preparados para um jogo de dificuldade elevada, em que temos de ser muito fortes, muito concentrados, muito competitivos em todos os momentos para igualar ou superar a qualidade do Gil”, salientou, antes de concluir com a hipótese de emagrecer o plantel. “Já iniciei épocas com 15 ou 30 jogadores. Procuro rentabilizá-los e as minhas decisões são influenciadas pelo rendimento.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.