Correio do Minho

Braga,

- +
Quinta Pedagógica abre portas às família no Dia Mundial da Criança
Aluno da UMinho vence concurso internacional de marimba

Quinta Pedagógica abre portas às família no Dia Mundial da Criança

EPATV: 27 anos de credibilidade competência e humanismo...

Quinta Pedagógica abre portas às família no Dia Mundial da Criança

Braga

2020-06-02 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Em ano atípico, a comemoração do Dia da Criança neste equipamento municipal decorreu ao ar livre, com visitas guiadas, peddy-paper e workshops lúdicos. Divididos em dois períodos, foram muitas as famílias que experienciaram um dia diferente.

Perto de uma centena de pessoas, divididos por dois períodos distintos, assinalaram ontem o Dia Mundial da Criança na Quinta Pedagógica de Braga que, em ano atípico, abriu as portas às famílias para comemorar a efeméride.
Habitualmente este é o dia em que o equipamento municipal acolhe o maior número de crianças, mas face às circunstâncias actuais desenhou um programa adaptado às famílias, com visitas guiadas, peddy-paper e workshops, permitindo aos mais novos usufruir de todas as mais-valias que o espaço oferece, com destaque para os animais.

Todos os participantes tiverem de efectuar uma inscrição prévia, sendo que em cada turno de visitas - das 10 às 12 horas e das 14.30 às 16.30 horas - o número não poderia ultrapassar os 50 visitantes em simultâneo.
Além do distanciamento social, aos visitantes foi exigido o uso de máscara. Em vários pontos do espaço foi também colocado gel desinfectante ao dispor dos visitantes.
O programa iniciou com uma visita guiada, seguindo-se um peddy-paper onde os pais ajudaram as crianças a descobrirem melhor este espaço.
A visita terminou com workshops dedicado às pinturas e alguns jogos lúdicos.

Valdeson e Thayara, um casal de brasileiros, escolheram este dia para trazerem os seus dois filhos à Quinta Pedagógica. “Já visitamos a quinta duas ou três vezes. Este espaço é fantástico, principalmente para as crianças que vivem na cidade e que não têm tanto acesso aos animais”, conta a mãe que logo que soube da iniciativa inscreveu a família para visitar o equipamento no Dia Mundial da Criança.
“Eles adoram animais. Ficaram muito entusiasmados”, continua Thayara dando conta que por ser ao livre o espaço confere segurança, embora respeitando as regras de distanciamento.

Luísa também se inscreveu para participar nestas visitas, levando as suas duas filhas. “Procuramos que fosse um dia diferente. Como temos estado em casa quisemos passear um pouco e apanhar um pouco de ar puro”, diz a bracarense que se inscreveu na iniciativa pelo facto de este ser um espaço ao ar livre e “os grupos constituídos serem pequenos”.
“Este é um sítio especial que os meus filhos gostam muito. Como tivemos oportunidade de nos inscrever decidimos aproveitar ao máximo”, conta ainda Elisabete Barros que ontem também trouxe aos seus dois filhos à Quinta Pedagógica para passar “um dia diferente”.

Depois de mais de dois meses de confinamento, também Marta Gomes decidiu trazer os seus filhos para visitar este equipamento municipal. “Sentem necessidade de novas actividades”, ar- gumenta a progenitora que diz não ter qualquer receio de actividades ao ar livre. “Tentei proporcionar-lhes uma actividade diferente” conclui.

Pandemia deitou por terra o “ano de todos os recordes”

No Dia Mundial da Criança passavam anualmente pela Quinta Pedagógica milhares de petizes. Era habitualmente um dos dia de maior afluência neste espaço municipal que, nos últimos anos, tem vindo a bater recordes consecutivos de afluência de visitantes. E 2020 não seria excepção não fosse a pandemia pro- vocada pelo Covid 19. “Entre Maio e Junho tínhamos uma série de visitas marcadas. Eram milhares as crianças que prevíamos passar por este recinto. Pelos nossos cálculos iríamos bater todos os recordes de visitantes, podendo chegar aos 45 mil”, conta Fernando Pinto, responsável pela Quinta Pedagógica de Braga, acrescentando que antes mesmo do confinamento os números eram já superiores aos de 2019.

Encerrado desde 16 de Março, o equipamento municipal reabriu ao público a 18 de Maio, adoptando várias medidas de segurança que implicaram, por exemplo, o encerramento de alguns espaços onde normalmente se aglomeram mais pessoas. “Fechamos o parque de merendas e o parque infantil. Os grupos de visitantes não podem ultrapassar as 10 pessoas. Em simultanêo, embora em locais distintos, só podem estar na quinta 50 pessoas”, explica Fernando Pinto, indicando ainda que por toda a quinta estão espalhados postos de higienização e casa de banho é igualmente higienizada “quatro vezes ao dia”.

O Dia Mundial da Criança marcava a actividade anual da quinta. “Era um dia para termos 250 a 300 crianças, mas infelizmente este ano isso não acontece”, prossegue o responsável, mostrando-se confiante na retoma das actividades, embora ainda com alguns receios por parte dos pais. “Penso que continuaremos a ter visitantes, mas as actividades pedagógicas e lúdicas mais dedicadas aos mais novos será um pouco afectada”, continua Fernando Pinto, acrescentando que o objectivo agora é transmitir confiança às escolas, instituições púbicas e privadas que durante todo os ano visitam a Quinta Pedagógica.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho