Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
RC6 cozinhou almoço solidário para os sem abrigo de Braga
Gala Alto Minho Ativar IPVC Business Awards 2020 promove o melhor de dois mundos

RC6 cozinhou almoço solidário para os sem abrigo de Braga

Amares volta servir as melhores Papas de Sarrabulho do Minho

RC6 cozinhou almoço solidário para os sem abrigo de Braga

Braga

2019-12-06 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Num abraço solidário, os militares do Regimento de Cavalaria n.º 6 de Braga confeccionaram, ontem, o almoço servido aos utentes do Centro de Acolhimento Temporário da Cruz Vermelha.

Os militares do Regimento de Cavalaria n.º 6 arregaçaram as mangas e ontem confeccionaram um almoço especial aos utentes do Centro de Acolhimento Temporário Francisco Alvim da delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa. O abraço solidário foi recebido de coração cheio.
A ementa - bifinhos e cogumelos com arroz e salada de rúcula e milho, sopa de legumes e fruta da época - caiu que nem ‘ginjas’, mas o que soube melhor mesmo foi sentir o calor humano de alguém de fora. Vítor P., um dos utentes do centro, garantiu que gostou do almoço e do gesto. “É muito bom ver outras caras e ver que há outras pessoas que se lembram de nós”, confessou, frisando que a refeição “estava muito boa e nós precisamos”.

Foi de um momento que Vítor e a mulher ficaram sem o trabalho que era o seu sustento e a rua acabou por se tornar a sua casa. Hoje diz que vive melhor, numa caravana que virou habitação, mas os banhos e as refeições são tomados na ‘casa’ onde encontra conforto todos os dias - o Centro de Acolhimento Temporário Francisco Alvim. “São grandes amigos, de outra forma não poderia fazer sequer a minha higiene e aqui tenho o apoio que preciso”, disse. Vítor e os mais de 150 utentes que ali vão todos os dias comer ou tomar um simples banho, além dos cerca de 50 que ali residem, dizem sentir ainda mais forte abraços especiais como este do RC6.

O coronel Miguel Freire, que lidera o RC6, refere que esta é uma iniciativa da Brigada de Intervenção que se repete em mais locais, abrangendo oito regimentos e uma unidade de apoio, desde Chaves até Vendas Novas.
“Ontem e hoje, em cada um destes nove locais haverá um almoço solidário, cujo objectivo é não só darmos um contributo efectivo para a melhoria do bem-estar de pessoas que necessitam de apoio, como mostrar também que o Exército é solidário, sobretudo numa quadra natalícia em que os valores da partilha e da solidariedade são mais importantes”, valorizou.
Frisando que o RC6 é uma instituição que já é muito próxima da comunidade bracarense, o coronel Miguel Freire destacou também “a parceria muito longa e robusta” que o regimento mantém com a Cruz Vermelha. “Esta iniciativa é mais uma vontade expressa do RC6 de dar sinais de empenho pela comunidade onde se encontra inserido”.

Além da confecção do almoço pré-natalício, o RC6 doou também os bens alimentares, apoiando desta forma a instituição duplamente. Neste momento, o regimento está já a trabalhar na recolha de bens alimentares e de vestuário e calçado para doar no início do ano a uma outra instituição bracarense para apoiar os mais desfavorecidos.
José Correia, vice-presidente da delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, “veio proporcionar um almoço diferente aos nossos sem abrigo e, ao mesmo tempo, veio aliviar também um pouco a nossa tesouraria porque é sempre uma ajuda extra, além da folga às nossas cozinheiras”. “É importante termos sempre estes apoios extra e sentir o carinho da comunidade”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.