Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Rede de Empreendedores ACIB acelera negócios
Renaturalização da ribeira de Castro e rio Torto fica concluída no Verão

Rede de Empreendedores ACIB acelera negócios

Câmara de Viana do Castelo apoia operadores da Feira e Mercado Municipal

Rede de Empreendedores ACIB acelera negócios

Cávado

2023-03-18 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Associação Comercial e Industrial de Barcelos lançou iniciativa inédita, que une 160 empresas do Vale do Cávado e visa incrementar negócios e parcerias.

Citação

Acelerar negócios e incrementar parcerias. A Associação Comercial e Industrial de Barcelos lançou, ontem, a Rede de Empreendedores ACIB, iniciativa inédita a nível nacional e que permite ligar directamente e entre si 160 empresas do Vale do Cávado, num universo que deverá atingir as 700 pessoas, até Junho.
Abrangendo as mais diversas áreas, desde agricultura, indústria, serviços, construção, hotelaria, restauração e saúde, esta rede aceleradora congrega os empreendedores numa partilha de objectivos, incremento de negócios e parcerias.

“É uma rede que tem centenas de empresários e visa que toda uma enorme variedade de sectores comunique entre si e se ofereçam serviços, projectos conjuntos de compras e vendas e candidaturas, acima de tudo, que consigam conhecer-se uns aos outros e se fomente negócios. É, ao mesmo tempo, uma rede de negócios, uma aceleradora de negócios’, sublinhou João Albuquerque, presidente da ACIB, acrescentando que com esta rede fica também provado “não ser necessário uma estrutura física e com isto garantir que se minimize a mortalidade das micro e pequenas empresas”.
“Com isto conseguimos fomentar negócio, aumentar a durabilidade das empresas e abrir novas perspectivas em termos de dimensão”, frisou.

Lembrando que em Portugal existe “um problema de dimensão e produtividade”, que se resolve “com um incremento da dimensão da intervenção”, João Albuquerque defende que “as empresas em parceira podem crescer, não por incremento individual, mas por conjunto”.
“É a primeira vez que isto se faz em Portugal por parte de uma associação empresarial, a partir de um único projecto apoiado pelo Estado e permite dar uma mensagem claríssima a nível local, para que se perceba onde está o empreendedorismo: está na ACIB”, destacou.
Já João Vieira Lopes, presidente da Confederação de Comércio e Serviços de Portugal, deixou uma mensagem “de esperança” por “se arriscarem a ser empresários”, uma vez que, “hoje em dia, ser empresário é uma profissão de risco em Portugal”.
Enaltecendo o projecto da ACIB, o responsável considera que é um dos exemplos “fundamentais” para que se altere o paradigma nacional de baixa produtividade e mortalidade das empresas, já que “49% das empresas não duram mais de três anos”

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho