Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Reforçado apoio a famílias, instituições e empresas de Cabeceiras de Basto
Fiscalização Municipal vai punir quem tiver esplanadas ilegais em Caminha

Reforçado apoio a famílias, instituições e empresas de Cabeceiras de Basto

Município de Arcos de Valdevez promove integração de jovens no mercado de trabalho

Reforçado apoio a famílias, instituições e empresas de Cabeceiras de Basto

Vale do Ave

2020-05-25 às 12h25

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Ascende a 300 mil euros o pacote de medidas aprovado para ajudar famílias, instituições e empresas a ultrapassar crise causada pela Covid-19.

Foi aprovado, em reunião do executivo municipal de Cabeceiras de Basto, um conjunto de apoios às famílias e aos empresários que visam ajudar a mitigar os efeitos da pandemia causada pela Covid-19.
O montante global disponibilizado para apoiar as famílias e a actividade económica será de cerca de 300 mil euros.
A criação de um Fundo de Apoio Social às famílias é uma das medidas mais emblemáticas, uma vez que vai prestar apoio no pagamento das rendas e energia eléctrica, assim como isenção do pagamento de água, saneamento e resíduos.
A isenção de taxas e tarifas aos agentes económicos, de taxas de ocupação de terrado na feira semanal, o pagamento de rendas e outros apoios à actividade económica do concelho; bem como a isenção da derrama do ano de 2020, são outras medidas a implementar.

Em comunicado, a autarquia liderada pro Francisco Alves reconhece que aquelas medidas representam “uma redução significativa” da receita do Município, no ano de 2020, mas realça que vão ajudar “dezenas de empresas no que diz respeito às isenções de taxas de publicidade e esplanadas, 1.500 consumidores não domésticos de água, saneamento e recolha de resíduos, seis arrendatários de lojas e bancas, 127 feirantes e 64 produtores locais e 21 produtores ocasionais”.
Foi aprovado também, por unanimidade, um apoio extraordinário de 2.500 euros à Delegação do Arco de Baúlhe da Cruz Vermelha Portuguesa “que, na sequência da declaração do estado de emergência e do estado de calamidade, viu reduzida de forma muito significativa as operações de transporte de doentes, o que se traduziu numa expressiva perda de receitas, ao mesmo tempo que viu aumentadas as despesas decorrentes da necessidade de aquisição excepcional de equipamentos protecção dos seus trabalhadores e voluntários, bem como para a logística das operações de socorro relacionadas com a pandemia”.

Houve também unanimidade para aprovar a definição do número de espaços de venda e respectiva disposição do recinto do Campo do Seco para se dar início à relocalização da Feira Semanal.
Após obras que duraram mais de um ano, os trabalhos no Campo do Seco estão em fase de conclusão, possibilitado “uma alteração, por completo, da imagem e organização do recinto, dotando-o de instalações sanitárias e de melhores condições para o bem-estar das pessoas, designadamente ao nível da comodidade e funcionalidade”.
Na reunião de câmara foi ainda ratificado, também por unanimidade, o concurso público para a empreitada de requalificação da Rua da Fonte de S. João, obra enquadrada na ‘Requalificação do espaço do Campo do Seco, vias envolventes e de enquadramento’, num investimento co-financiado por Fundos Europeus através do Norte 2020, no âmbito do PARU.
A abertura de procedimento para dois concursos públicos referentes à requalificação urbana de duas entradas da Vila de Cabeceiras de Basto (a Rua do Pinheiro e a Rua Jerónimo Pacheco) também foi aprovada.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho