Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Reforço das alianças internacionais para manter “anormalidade” da paz
Câmara Municipal dos Arcos de Valdevez apoia ensino universitário

Reforço das alianças internacionais para manter “anormalidade” da paz

Prova de estafeta em atletismo passou por Arcos de Valdevez

Reforço das alianças internacionais para manter “anormalidade” da paz

Ensino

2021-05-14 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Ministro da Defesa encerrou ontem Colóquios de Relações Internacionais da Universidade do Minho. Com uma lição sobre instituições internacionais e governança global.

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, defendeu ontem, nos XLII Colóquios de Relações Internacionais da Universidade do Minho que instituições como a NATO e a União Europeia têm sido relevantes para a manutenção do “período anormal de paz” que se vive no “espaço euro atlântico” desde 1945.
O governante encerrou a edição deste ano dos Colóquios organizados pelo Centro de Estudos do Curso de Relações Internacionais (CECRI), subordinados ao tema ‘Ameaças Transnacionais’, adiantando que a “anormalidade” da paz vivida desde o final da Segunda Guerra Mundial “não deve ser entendida como algo adquirido”.

João Gomes Gravinho, numa comunicação sobre instituições internacionais e governança global, abordou as “ameaças novas” que se colocam à humanidade, “ameaças híbridas abaixo da definição de guerra”, mas que são mesmo assim “nocivas para a paz e a estabilidade”.
Segundo o ministro da Defesa, as respostas a essas novas ameaças obrigam a “entendimentos entre a NATO, a União Europeia e as Nações Unidas”, ou seja, a “alianças fortes para dissuadir”.

Acrescentou o ministro que “a boa governança global em segurança e defesa nos próximos anos vai depender da capacidade de articulação entre essas organizações” internacionais.
João Gomes Cravinho abordou o papel das forças armadas portuguesas, “credíveis como produtores globais de segurança, nomeadamente através da participação em missões internacionais.
Mercê do reconhecimento das forças nacionais destacadas para diversas geografias, “o prestígio e a capacidade de interlocução de Portugal no cenário internaciponal são hoje muito superiores, enfatizou o ministro da Defesa, segundo o qual Portugal “deu contributos muito significativos para a paz em várias regiões”.

Novo Conselho Geral apresenta-se segunda-feira

A apresentação pública dos 23 novos membros do Conselho Geral da Universidade do Minho realiza-se na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, às 11h30, no salão medieval da reitoria, no Largo do Paço. A cerimónia é de acesso restrito face ao actual contexto sanitário, mas pode ser acompanhada no canal YouTube da Universidade do Minho, contando com as intervenções dos presidentes eleito e cessante do Conselho Geral e do reitor da Universidade do Minho.

O Conselho Geral é o órgão colegial máximo de governo e decisão estratégica da Universidade do Minho, competindo-lhe a escolha do reitor. A sua composição inclui 12 representantes dos professores e investigadores (Tiago Miranda, Luís Amaral, Tiago Silva, Ana João Rodrigues, Patrícia Maciel, Sandra Paiva, Cláudia Pascoal, João Cardoso Rosas, Luís António Santos, Delfina Gomes, Joana Arantes, Paulo Sampaio), quatro representantes dos estudantes (Rui Oliveira, André Teixeira, Ricardo Lopes, Ana Margarida Gonçalves), um representante do pessoal técnico, admi- nistrativo e de gestão (Victor Soares) e ainda seis membros externos convidados (Ángel Carracedo Álvarez, António Carlos Rodrigues, Joaquim Castro de Freitas, Manuela Vaz Soares, Joana Marques Vidal, Marta Mestre).
De entre os elementos externos, vão ser eleitos o presidente e vice-presidente do Conselho Geral também na próxima segunda-feira, numa sessão restrita que antecede a apresentação pública de toda a equipa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho