Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Remodelação da habitação social implica investimento superior a 14 milhões de euros
Vitória SC com dez cai no Dragão

Remodelação da habitação social implica investimento superior a 14 milhões de euros

Guimarães inaugura Balcão Único do Prédio (BUPi)

Remodelação da habitação social implica investimento superior a 14 milhões de euros

Alto Minho

2021-07-31 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Verba é para ser aplicada nos próximos seis anos e vai tornar mais condigna a habitação de 167 agregados familiares. Os blocos 3 e 4 do Bairro da Escola Técnica já estão a ser remodelados.

A Câmara Municipal de Ponte de Lima e o Governo vão investir cerca de 14,3 milhões de euros na remodelação de habitações sociais no concelho. O número foi avançado ontem pelo presidente da Câmara Municipal, Victor Mendes, na inauguração das obras reabilitação do espaço público envolvente do Bairro da Escola Técnica.
A cerimónia, que contou com a presença da presidente do Conselho Directivo do Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU); Isabel Dias, incluiu a assinatura de um protocolo de cooperação entre as duas instituições-
A remodelação do espaço exterior do Bairro da Escola Técnica custou 1,2 milhões de euros, verba comparticipada em cerca de 50 por cento pelo Plano de Acção e Regeneração Urbana do programa ‘Norte 2020. No local, decorrem também as obras de remodelação dos Blocos 3 e 4, num investimento de aproximadamente 745 mil euros, comparticipados em 506 mil euros pelo município de Ponte de Lima.
“Consideramos que era importante aproveitar esta dinâmica de requalificação do espaço público e de requalificar o edificado propriedade do IHRU. Este era um desejo da autarquia local e das pessoas que aqui vivem. Felizmente conseguiu-se concretizar um sonho, para a valorização do edificado”, disse Víctor Mendes, presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima.
As obras dizem respeito à substituição do telhado e das caixilharias, além de pinturas exteriores.
A assinatura do protocolo de cooperação entre o município de Ponte de Lima e o IHRU, foi considerado por Victor Mendes como um dos “momentos mais importantes”, dos três mandatos como autarca.
O acordo insere-se na Estratégia Local de Habitação, que foi aprovada pela autarquia, pela Assembleia Municipal e contou com o parecer favorável do IHRU. Este protocolo “permite que o município de Ponte de Lima possa investir, nos próximos seis anos, 6,5 milhões de euros para tornar as condições de 72 agregados familiares (126 pessoas) mais dignas”, indicou Victor Mendes. A verba é comparticipada pelo IHRU em 2,2 milhões de euros, sendo os restantes 4,3 milhões de euros assegurados pelo Orçamento Municipal.
O acordo insere-se também na Estratégia Local de Habitação, “que vai permitir que nos próximos seis anos haja um investimento total de 14,3 milhões de euros, de modo a dar condições de habitabilidade dignas a 167 agregados familiares (379 pessoas”, frisou o autarca limiano. A verba é disponibilizada aos beneficiários através do programa ‘1º. Direito’. “É um esforço enorme a ser feito nos próximos seis anos para que nem um euro possa ficar sem ser gasto”, realçou Víctor Mendes.
A presidente do Conselho Directivo do IHRU, Isabel Dias, destacou que a requalificação do Bairro da Escola Técnica “já era uma vontade nossa e da câmara. A obra, juntamente com a requalificação da área envolvente, vai tornar este bairro mais agradável e com condições para as pessoas viverem.”
O acordo de colaboração assinado com a autarquia é encarado pela presidente do Conselho Directivo do IHRU como “um passo histórico, porque representa a elaboração de um diagnóstico dos municípios para a elaboração da Estratégia Local de Habitação, com as situações de carência, e o financiamento torna viáveis as soluções promovidas pelos municípios e para quem é apoiado. Dá a possibilidade de promover soluções habitacionais adequadas. É uma oportunidade única de resolver muitas carências habitacionais.”
O presidente da Uniao de Freguesias de Arca e Ponte de Lima, Adélio Pinto, mostrou-se satisfeito com a concretização das obras de remodelação do Bairro da Escola Técnica e disse que essa era “uma pretensão dos residentes com muitos anos.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho