Correio do Minho

Braga,

- +
Ricardo Horta: “É mais um motivo de responsabilidade”
Estudantes de medicina visitam idosos em aldeias de Ponte da Barca

Ricardo Horta: “É mais um motivo de responsabilidade”

Estudar química é “um caminho de futuro”

Ricardo Horta: “É mais um motivo de responsabilidade”

Desporto

2021-10-15 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

SC Braga anunciou renovação com Ricardo Horta, até 2026. Cláusula de rescisão mantém-se nos 30 milhões de euros. Capitão diz ser um passo natural que aumenta a responsabilidade. Seis épocas depois, promete a mesma ambição de sempre.

Guerreiro até 2026 e com maior sentido de responsabilidade. Ricardo Horta acertou com o SC Braga a renovação de contra-to por mais duas épocas, com a cláusula de rescisão a manter-se nos 30 milhões de euros.
Capitão da equipa não escondeu a felicidade pelo voto de confiança e prometeu ambição elevada para ajudar o SC Braga: “desde que cheguei fui sempre bem tratado. Tentei sempre corresponder dentro e fora de campo e esta renovação é mais um motivo de responsabilidade e algo que aconteceu naturalmente. O SC Braga vai ser sempre a minha casa. Já são muitos anos que passei aqui, as minhas filhas nasceram aqui e são sócias do clube, por isso, vou guardar sempre este clube no meu coração”, revelou em declarações ao site oficial, lembrando os momentos altos vividos com a camisola arsenalista.

“O mais especial foram os títulos, tanto a Taça da Liga como a Taça de Portugal foram dois títulos que me marcaram muito. Já tinha estado em várias finais, mas não tinha conquistado qualquer título. A carreira de um jogador também é feita de títulos e estas conquistas foram dois momentos marcantes”, revelou.
Quanto ao recorde de melhor marcador, “agora penso mais, porque está mais perto”. “Era uma satisfação ser um dos melhores marcadores de sempre do clube. Uma grande honra”.

André Horta: “Seria mais marcante ser campeão pelo SC Braga do que pelo Benfica”

André Horta foi o convidado do sexto podcast da NEXT ‘Pod:Ser Do Braga’ e assumiu a ambição pelo tão desejado título nacional, perseguido nos últimos anos pelo SC Braga. O jogador, de 24 anos - que nunca escondeu a ligação sentimental ao Benfica, clube onde fez toda a formação - confessou que ser campeão pelos guerreiros do Minho seria o momento mais marcante da carreira.
“O meu braguismo é um amor que foi crescendo ao longo dos anos. Estou rodeado por pessoas que querem muito fazer o clube crescer. Gosto de desafios, sou muito competitivo”, revelou, pouco antes do momento alto da conversa. “Seria mais marcante ser campeão pelo SC Braga do que pelo Benfica. Não digo que será melhor ou mais fantástico, mas é mais difícil, logo deixaria outra marca. Tem um impacto muito maior”, destacou André Horta, revelando que não tem uma marca de golos definida, até porque, “desliguei-me muito do golo, preferia ter 20 ou 30 assistências e todas para o meu irmão”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho