Correio do Minho

Braga,

- +
Ricardo Rio: “Este é um excelente exemplo de reabilitação urbana para a cidade”
EPATV: 27 anos de credibilidade competência e humanismo...

Ricardo Rio: “Este é um excelente exemplo de reabilitação urbana para a cidade”

Viana: Recuperação do património deve ter programas de financiamento comunitário próprios

Ricardo Rio: “Este é um excelente exemplo  de reabilitação urbana para a cidade”

Braga

2020-06-02 às 06h00

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga classificou como “um exemplo”, a obra de reabilitação urbana que está a ser promovida no nº. 66 da Rua Andrade Corvo, onde foram preservados os murais centenários e a história do antigo edifício.

“Este é um excelente exemplo de reabilitação urbana que nós também preconizamos para a cidade de Braga”. As palavras são do presidente da Câmara Municipal de Braga e referem-se à reabilitação que está a ser levada a cabo no edifício n.º 66 da Rua Andrade Corvo, que liga a Estação da CP ao Arco da Porta Nova. O autarca Ricardo Rio realizou, ontem, uma visita à obra, onde se assinalaram precisamente os 125 anos dos quatro grandes murais pintados por J. P. Oliveira e que o promotor fez questão de preservar no rés-do-chão da antiga casa senhorial, até porque o maior de todos é um fresco do Bom Jesus do Monte, hoje, Património Mundial da UNESCO.
Para o presidente da Câmara de Braga a obra de reabilitação que está a ser levada a cabo na Rua Andrade Corvo é “um exemplo” para outros investidores, uma vez que além de promover a regeneração urbana nos edifícios mais antigos da cidade, possibilita também a salvaguarda da memória passada e da própria história local.

“Esta obra mostra bem como é possível potenciar edifícios que muitas vezes estão abandonados e dar-lhes uma outra vida e até preservando muita da sua memória e história como é o caso destes murais que podemos ver hoje aqui recuperados neste edifício”, destacou o edil, fazendo questão de parabenizar publicamente a ‘Memórias e Conteúdos’ de António da Silva Fernandes, o promotor da obra, cujo projecto contou com o apoio do arquitecto Fernando Jorge.
O vereador do Urbanismo, Miguel Bandeira, acompanhou o autarca de Braga na visita à obra, onde já havia estado, depois de os murais haverem sido trasladados dos andares superiores para o rés-do-chão do edifício e que entretanto foram recuperados, encaixilhados e iluminados nas quatro paredes que brevemente servirão de lojas.

“Esta obra é um exemplo a vários níveis, mas é, sobretudo, um bom testemunho da reabilitação urbana com o compromisso de modernização e adaptação dos edifícios com as condições de hoje mas ligando-os à época e identidade que a sua história nos traz”, reconheceu o vereador, destacando que também a clarabóia do edifício e a respectiva caixa de escadas terem sido igualmente preservadas.
Neste edifício reabilitado da Rua Andrade Corvo vão ser disponibilizadas várias habitações: duas em modelo T2, três em modelo T3 e, ainda, um T5 no 1.º andar. O investimento ascende a 1,7 milhões de euros, 50 mil euros dos quais destinados precisamente à recuperação dos centenários murais que continuam a adornar o edificado bracarense.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho