Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Ricardo Soares quer tentar vencer Sporting
Ponte de Lima: Nova abordagem do granito nas Pedras Finas

Ricardo Soares quer tentar vencer Sporting

Guimarães: Risco de incêndio impõe várias proibições

Ricardo Soares quer tentar vencer Sporting

Desporto

2020-07-06 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Moreirense recebe hoje o Sporting para encerrar a 30.ª jornada da I Liga e só pensa no triunfo para continuar a subir na tabela classificativa. O técnico reconhece a evolução da equipa leonina, mas quer um dia excelente dos cónegos para garantir a vitória.

Vai ser um jogo “emotivo” e com potencial para “prender as pessoas à cadeira”. Foi assim que Ricardo Soares começou a conferência de imprensa de antevisão da partida desta noite, em que o Moreirense recebe o Sporting, num duelo a contar para a 30.ª jornada da I Liga, com arbitragem de Tiago Martins.
A partir das 21 horas, o Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas recebe os leões que são a melhor equipa do campeonato, na retoma da competição após a paragem motivada pela pandemia de Covid-19, que vão defrontar os cónegos que somaram apenas uma derrota nas últimas 11 jornadas disputadas no campeonato.

O seu técnico realçou que os dois conjuntos têm “qualidade” para captar a atenção dos telespectadores - a partida disputa-se à porta fechada. “Espero um grande jogo de futebol, com muita qualidade e duas equipas que atravessam um bom momento. Vai ser um jogo emotivo, que vai prender as pessoas à cadeira”, disse o treinador.
O timoneiro dos vimaranenses reconheceu a evolução da formação leonina sob o comando do treinador Rúben Amorim, com os jogadores, alguns jovens e outros com “provas dadas”, a mostrarem “grande capacidade individual e uma percepção sobre o jogo excelente”, mas frisou que os atletas cónegos devem focar-se no que “controlam” para tentar vencer.

“Este é um jogo que nós, Moreirense, vamos tentar vencer, sabendo que o adversário é uma equipa grande, com qualidade. Mas, acredito que, se o Sporting não estiver num dia bom e nós estivermos num dia excelente, podemos vencer”, considerou Ricardo Soares, acrescentando ainda que o Sporting, terceiro classificado, com 55 pontos, e invicto nos seis jogos realizados sob a liderança de Rúben Amorim, “vai ter de perder algum dia” e salientou o acerto defensivo da formação minhota, oitava, com 38, após a retoma competitiva - sofreu dois golos de penálti e um de bola corrida, perante o Famalicão (1-1).

“Cada treinador tem a sua linha de orientação, para que a equipa possa ser assertiva defensivamente e concretizadora no ataque. Isso é o que eu quero para as minhas equipas. [O que temos conseguido] é fruto do compromisso colectivo e da qualidade dos jogadores. Mas, estes números só fazem sentido a partir dos momentos em que conquistamos pontos”, frisou.
O técnico cónego admitiu igualmente que “cada vez mais o detalhe faz a diferença” no futebol, ao comentar a influência que as substituições, agora cinco ao dispor de cada equipa, podem ter no desfecho de uma partida.
A formação de Moreira de Cónegos vai receber o Sporting sem poder utilizar o médio Fábio Pacheco, que “teve um problema no último treino e vai descansar para recuperar melhor”, e com o avançado Texeira, que se debate com uma “contusão no joelho”, finalizou o treinador Ricardo Soares.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho