Correio do Minho

Braga,

Rodellus premiado pelo Fundo Ambiental com ‘Sê-lo Verde’
Câmara de Viana do Castelo inaugura ‘novo’ Parque Infantil de Nogueira

Rodellus premiado pelo Fundo Ambiental com ‘Sê-lo Verde’

Incubadora de base rural ajuda a cultivar a agricultura do séc. XXI

Braga

2017-05-24 às 07h49

Redacção

O festival bracarense foi um dos premiados pelo Fundo Ambiental no âmbito do programa ‘Sê- -lo Verde’. As preocupações ambientais apresentadas aquando da candidatura, mereceram a melhor consideração por parte do Fundo Ambiental. O festival para quem não tem medo do campo, que entre os dias 27, 28 e 29 de Julho promete contagiar Ruílhe, a União de Freguesias de Arentim e Cunha e Tadim das culturas e tendências tipicamente urbanas volta a ser destacado, desta feita pelas suas preocupações ambientais.

O festival bracarense foi um dos premiados pelo Fundo Ambiental no âmbito do programa ‘Sê- -lo Verde’. As preocupações ambientais apresentadas aquando da candidatura, mereceram a melhor consideração por parte do Fundo Ambiental.
O festival para quem não tem medo do campo, que entre os dias 27, 28 e 29 de Julho promete contagiar Ruílhe, a União de Freguesias de Arentim e Cunha e Tadim das culturas e tendências tipicamente urbanas volta a ser destacado, desta feita pelas suas preocupações ambientais.

A candidatura, trabalhada em regime de parceria com a LRB - Consultores e contando com o apoio da vereação do Ambiente da Câmara Municipal de Braga, encabeçada pelo vereador Altino Bessa, apresentava uma série de medidas que visavam a redução do impacto ambiental causado por toda a logística associada ao evento.
Para a organização, trata-se de um “importante passo” rumo à validação de um festival que se quer “cada vez mais green e eco friendly”.

“Desde a primeira edição que esta equipa tem feito esforços para que o impacto ambiental do festival seja sempre menor. Hoje, conseguimos que esse esforço seja apoiado e devidamente orientado por uma entidade que alem de legitimar, estabelece linhas orientadoras importantes para futuras edições,” referiu o director do festival, Jorge Dias.

Quanto ao impacto das medidas apoiadas, este último refere que “serão notórias, principalmente na redução do impacto logístico do festival Rodellus, como também na recolha de mé- tricas próprias, que servirão, essencialmente para consciencializar toda uma região para a temática da sustentabilidade e das boas práticas ambientais”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.