Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
São João de Braga festeja-se durante sete dias com programa “entre portas”
Eurocidade fechou com sucesso o 1º Festival Internacional de Artes de Rua

São João de Braga festeja-se durante sete dias com programa “entre portas”

UMinho integra projeto estratégico da Continental

São João de Braga festeja-se durante sete dias com programa “entre portas”

Braga

2021-06-13 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

De 18 a 24 de Junho, o São João de Braga festeja-se “entre portas” com um programa que funde o digital e o presencial. Firmino Marques disse que é “o programa possível” e apelou à comunidade para viver as sanjoaninas com responsabilidade.

Ainda não é este ano que se vai voltar a festejar o São João de Braga na rua. Se no ano passado, por força da pandemia, as sanjonainas decorreram “dentro de portas”, este ano já será “entre portas” que se vai desenvolver um programa que, de 18 a 24 de Junho, funde o digital e o presencial.
“Tínhamos esperança de que em 2021 já pudéssemos apresentar o programa que os devotos e povo gostariam. As circunstâncias ainda não o permitem”, começou por explicar Firmino Marques, o presidente da Associação de Festas de São João de Braga, que ontem divulgou, em conferência de imprensa, o programa para esta ‘São João de Braga Entre Portas’.

A Associação de Festas, referiu Firmino Marques, passou os últimos meses a “rever, rever e rever” a programação, de acordo com o evoluir da situação pandémica e das medidas que, entretanto, foram sendo decretadas.
“Conseguimos abrir um pouco o São João, mas tudo com grande responsabilidade, porque primeiro estão as pessoas e a saúde pública”, afirmou Firmino Marques, salvaguardando que as iniciativas presenciais vão realizar-se de forma regulada e monito- rizada pelas autoridades de saúde.
Aliás, Firmino Marques realçou que a Associação de Festas contou com o apoio e supervisão de Vítor Azevedo, chefe da Divisão de Protecção Civil de Braga, e de João Manuel Cruz, coordenador da Unidade de Saúde Pública de Braga, na elaboração do programa, que foi tornado público junto à Capela de São João, no Parque da Ponte, epicentro das festividades.

A Associação de Festas de São João avança assim com um programa com eventos digitais diários, que podem ser acompanhados através das suas redes sociais, mas também com eventos presenciais, concretamente quatro concertos com artistas musicais, um espectáculo que funde as Media Artes a a tradição popular, e sete exposições alusivas às festas da cidade.
Na rua estão já as ornamentações sanjoaninas que dão cor à cidade e que são também uma homenagem ao mestre José Veiga, artista falecido em 2002 e muito associado à iconografia de Festas de S. João de Braga.
Com a candidatura do São João de Braga a património imaterial, a Associação de Festas de São João optou por, nesta edição, recuperar algumas das principais memórias do São João, servindo-se dos registos fotográficos para decorar as principais artérias da cidade de Braga.

Rusgas, cavaquinhos, etnografia e folclore, gigantones e cabeçudos, assim como os elementos que constituem o cortejo sanjoanino dão o mote para as ornamentações deste ano.
O início das festividades será marcado pelo momento ‘Faça-se luz!’, na sexta-feira, dia 18, às 19.30 horas, através de transmissão online.
Firmino Marques agradeceu ainda ao movimento associativo bracarense pois são os grupos e associações do concelho que dão forma ao programa digital que levará o São João de Braga não só até aos bracarenses que cá residem, mas a todos os bracarenses e todos os apreciadores do São João espalhados pelo mundo fora.

No que respeita as celebrações religiosas, não se realiza a Procissão Solene nem a batalha das flores, mas mantêm-se as restantes celebrações, nomeadamente a novena a São João Baptista, que se celebra até dia 23, diariamente às 10 horas, na Igreja de São João do Souto; e a tradicional missa campal no dia 24, no Parque da Ponte, presidida pelo arcebispo primaz, D. Jorge Ortiga.

Ana Bacalhau, Daniel Pereira Cristo, Canário e Tiago Bettencourt em palco

Augusto Canário e Amigos, Ana Bacalhau, Daniel Pereira Cristo e Tiago Bettencourt são os protagonistas dos três concertos musicais presenciais que integram o programa das festas da cidade. Haverá ainda o espectáculo ‘Banquete de David’, promovido pelo Circuito – Serviço Educativo Braga Media Arts.
Na sexta-feira, dia 18, às 21 horas, o Altice Forum Braga é o palco do primeiro concerto das sanjoaninas. A honra de abrir as festas cabe a Augusto Canário que para esta noite especial convidou vários amigos: Borguinha, Naty, Cândido Miranda, Cristiana Sá, Borguinha de Braga e Marta Azevedo.

À mesma hora, no Theatro Circo, decorre a 5.ª edição da Gala Sanjoanina, cuja bilheteira reverte a favor do Fundo Social Sanjoanino. Nesta gala vão ser homenageadas entidades, figuras e associações ligadas à maior festa popular do país.
A Gala Sanjoanina encerra com a actuação de Ana Bacalhau, que foi a madrinha da candidatura das Festas de São João de Braga das Sete Maravilhas de Portugal.
No domingo, dia 20, às 19 horas, os jardins do Museu dos Biscainhos acolhem o terceiro concerto do programa, por Daniel Pereira Cristo.
Braga é Cidade Criativa da UNESCO no domínio das Media Arts e é nesse âmbito que, no dia 22, pelas 19 horas, no Theatro Circo vai decorrer o espectácculo ‘Banquete de David’.

O evento é promovido pelo Circuito - Serviço Educativo da Braga Media Arts e propõe a união do universo das Media Arts à tradição popular das Festas de São João de Braga. O projecto é iniciado através da gravação de polifonias minhotas, em torno da figura de São João, contando com a participação da Rusga de São Vicente, das Mulheredo Minho e do GFUM - Grupo Folclórico da Universidade do Minho. O espectáculo em palco será acompanhado musicalmente pela ODE - Orquestra de Dispositivos Electrónicos.
Tiago Bettencourt sobe ao palco do Altice Forum Braga no dia 24, às 21 horas, marcando o encerramento das sanjoaninas. Será um concerto intimista, onde o músico fará uma viagem pelas suas composições de referência da nova música portuguesa.
A par destes eventos presenciais, diariamente, através das redes sociais, vão ser emitidos vídeos que remetem para os momentos mais emblemáticos das festas da cidade, como o Encontro de Gigantones o Cortejo Sanjoanino e a Noite das Rusgas, entre outros.

Sete exposições integram programa

São sete as exposições que integram o programa das Festas de São João, destacando-se a Exposição de Cascatas Sanjoaninas que ficará patente no centro comercial Braga Parque, de 18 a 24.
Esta exposição inclui o concurso para premiar as belas cascatas, iniciativa que está de regresso e com o maior número de participantes de sempre, avançou Firmino Marques.
No Posto de Turismo fica patente, a partir de amanhã e até dia 27, a mostra de aguarelas ‘(Re)nascimento de São João’, de Sylvie Castro.

Na Praça Mestre Veiga, em frente ao Turismo, ficará patente, entre 18 e 24 de Junho, uma exposição de fotografia que convida a viajar pelas sanjoaninas, no simbolismo dos seus momentos mais marcantes.
‘Retratos de Festa’ é a mostra fotográfica que poderá ser apreciada no Palácio do Raio, de 18 a 30 de Junho.
Na Casa dos Crivos, de 18 a 27 de Junho, vão comemorar-se os 55 anos da Rusga de São Vicente - Grupo Etnográfico do Alto Minho com a mostra ‘Rusgar há 55 anos - Exposição Retrospectiva’.
Já no Museu do Traje Dr. Gonçalo Sampaio estará patente ‘Memórias de São João - da voz à dança’, de 18 a 30 de Junho. É uma mostra que evoca os 85 anos do Grupo Folclórico Dr. Gonçalo Sampaio.
Finalmente, no Museu dos Biscainhos, de 18 a 30, decorre a exposição temática ‘O meu cavaquinho Ecológico’.

“Celebrem o São João, mas não o festejem”

“Celebrem o São João, mas não festejem o São João” foi o apelo deixado pelo presidente da Câmara Municipal de Braga na apresentação, ontem, do programa das festas da cidade.
Ricardo Rio apelou à responsabilidade de todos para travar o agravamento da situação pandémica. “É necessário que ao longo das próximas semanas contenham as realizações de grupo, no contexto familiar e no contexto público”, apelou, momentos depois de ter testemunhado, no parque de estacionamento no Altice Forum Braga, que há muito tempo não havia uma fila tão grande para o centro de testagem à Covid-19 ali instalado. Mas este é também um tempo que mistura sentimentos, pois no mesmo local estão vacinadas milhares de bracarenses.
O edil recordou que havia a perspectiva de este ano termos uma sanjoaninas num modelo mais híbrido, com mais manifestações presenciais aliadas ao programa digital. No entanto, face à evolução da pandemia nas últimas semanas, “foi necessário voltar a confinar o São João e reduzir ao limite o número de actividades presenciais”.

“O tempo é de responsabilidade, mas não de dramatismo. A vida continua a correr. Temos é de viver com regras. A vida continua a correr”, afirmou Ricardo Rio, apontando que “continuam a existir celebrações religiosas, continuam os espectáculos culturais, mas que são vividos com regras”. Isto para dizer que as realizações físicas que integram as sanjoaninas “são momentos perfeitamente normais e que não representam nenhum exacerbar do que hoje vivemos”.
O autarca realçou ainda que a pandemia acabou por levar o São João para o mundo digital, o que também é positivo pois permite a bracarenses, e não só, vivenciarem as festas por todo o mundo.

Não há procissão no dia 24, mas mantêm-se as missas e a novena

Em representação do Cabido da Sé, o cónego Roberto Mariz, deu os parabéns à Associação de Festas de São João por ter planeado um programa dentro do que é possível.
“É o São João possível, entre o amargo e o doce”, disse o também presidente da Assembleia Geral da Associação de Festas, explicando que “é amargo pelo desejo de fazer mais e não se poder devido às circunstâncias”, mas também doce “porque há algo que se vai fazer, logo que valoriza as sanjoaninas dentro do possível”.
Relativamente ao programa religioso, o cónego deu nota de que foi necessário abdicar da tradicional procissão que, no dia 24, se costuma realizar após a missa solene celebrada na Sé. A missa em honra de São João Baptista vai acontecer, às 16.30 horas, na Sé Primaz.

Também se celebram as missas da manhã, concretamente às 10 horas na Igreja de São João do Souto e às 11 horas, no recinto exterior da Capela de São João, no Parque da Ponte, o arcebispo primaz preside à missa solene do Nascimento de São João Baptista.
O cónego deu ainda nota de que as novenas a São João se realizam já a partir de terça-feira, dia 15, até dia 23, às 10 horas, na Igreja de São João do Souto.
Turismo do Porto e Norte

Melhor Destino Europeu “é motivo de orgulho e prestígio para a região”

Em representação do Turismo do Porto e Norte (TPN) de Portugal, Cristina Mendes realçou ontem que a eleição de Braga como Melhor destino Turístico da Europa é o “justo reconhecimento” ao trabalho e à estratégia que o Município de Braga tem vindo a desenvolver. Realçou ainda que a distinção “constitui um motivo de grande orgulho e de prestígio para toda a região Norte e para o país”.
No contexto que vivemos, realçou que é fundamental a campanha que o TPN está a desenvolver, em conjunto com todos os parceiros públicos e privados, e que faz com que o Norte nunca tenha deixado de estar no topo das preferências dos turistas.
Sobre as Festas de São João, Cristina Neves referiu que é um evento com um papel determinante na captação de turistas, louvando a iniciativa de levar a cabo um programa que harmoniza a tradição e as novas tecnologias.
Recordou que a TPN faz parte dos órgãos sociais da Associação de Festas e que tudo fará para apoiar estas festividades que são importante para a região, tal como são as festas e romarias que povoam todo o Norte, em especial o Minho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho