Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
SC Braga começa luta pelo título com vitória
ACB reclama desburocratização e reforço de medidas de apoio

SC Braga começa luta pelo título com vitória

Crespos e Pousada implementam medidas

SC Braga começa luta pelo título com vitória

Desporto

2020-02-17 às 08h30

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Guerreiros do Minho continuam imbatíveis no campeonato nacional de juniores, tendo começado a luta final pelo título com novo triunfo.

É, sem qualquer sombra de dúvida, uma equipa que parece não saber perder. A formação de juniores do Sporting Clube de Braga começou, ontem, da melhor forma, a luta final pela conquista do título de campeão nacional do escalão, ao conquistar um triunfo na recepção ao FC Famalicão, por 3-2, em duelo que marcou o arranque da fase final do Campeonato Nacional de Juniores.
Num duelo que prometia muita animação e emoções, não fosse também um dérbi minhoto entre duas equipas que têm aspirações nesta ronda da competição, os bracarenses acabaram por ser mostrar mais fortes, mas apenas na parte final do encontro, resolvendo a contenda em apenas cinco minutos, numa recta final de jogo em que deram mesmo a volta ao marcador.
Isto porque os famalicenses entraram mais fortes e determinados em campo, tendo conseguido conquistar a vantagem na partida logo aos nove minutos, por intermédio de Rogério Varela. Um golo que lançou a equipa de Vila Nova de Famalicão para um jogo que parecia a seu favor, uma vez que até ao intervalo foi conseguindo manter essa curta vantagem no marcador.
Na segunda parte, a toada da partida manteve-se igual, com os famalicenses a procurarem sempre aumentar a vantagem que tinham conseguido construir, perante um SC Braga que se mostrava com algumas dificuldades para se opôr ao adversário e em encontrar o caminho certo para as redes da formação do FC Famalicão.
E com alguma surpresa, perante o que se tinha visto na primeira fase do campeonato, os Guerreiros do Minho parecia mesmo que não iam conseguir entrar da melhor forma nesta fase final da prova, tendo sofrido o segundo golo aos 67 minutos, quando Tiago Gonçalves encontrou o caminho certo para fazer balançar novamente as redes bracarenses, aumentar para 2-0 e colocar a formação da casa em maus lençóis, enquanto a sua equipa tranquilizava um pouco mais.
Mas, com o passar dos minutos, apesar de se poder pensar que tudo começava a ficar resolvido a favor dos de Famalicão, os cinco minutos fatais apresentaram um SC Braga intratável no ataque e a conseguir dar a volta ao texto e agarrar mesmo os três pontos em disputa.
Aos 85 minutos, Borges abriu o activo para os bracarenses. Dois minutos depois Yan fez o golo do empate que moralizou a formação do SC Braga para uma recta final avassaladora, já que três minutos depois, em cima dos 90, Edu conseguiu facturar também e colocar os bracarenses na frente, de onde não mais saíram até ao apito final.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho