Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
SC Braga estreia-se a vencer na Taça da Liga
Cristina Dias preside à Escola de Direito da UMinho

SC Braga estreia-se a vencer na Taça da Liga

Procissão da Burrinha nomeada para edição das ‘7 Maravilhas’

SC Braga estreia-se a vencer na Taça da Liga

Desporto

2020-01-12 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Triunfo claro, por quatro golos sem resposta, em casa do ‘Fofó’ permitiu às Guerreiras do Minho entrarem com o pé direito na competição.

Uma estreia como se desejava. A equipa feminina do Sporting Clube de Braga começou da melhor forma a sua participação na primeira edição da Taça da Liga, ao conquistar um triunfo claro, por quatro golos sem resposta, em casa do Clube de Futebol Benfica, mítico ‘Fofó’ do futebol feminino nacional, naquele que foi um duelo histórico, por ser o primeiro desta nova competição.
Perante um adversário difícil, as Guerreiras do Minho deram a melhor resposta, não facilitaram e dominaram a partida, marcando por quatro vezes e não permitindo que as adversárias tivessem grande espaço para incomodar o sector mais recuado das bracarenses.

Depois de tomar conta do jogo desde o apito inicial, a equipa orientada por Miguel Santos não teve grandes dificuldades para se colocar na frente do marcador, festejando o primeiro golo da partida aos 26 minutos, por intermédio de Keane, que bateu a guarda-redes contrário com um remate à entrada da área adversária, de primeira e sem deixar a bola bater no chão.
Um golo de excelência que abriu caminho para mais uma goleada aplicada pelas arsenalistas que, aos 37 minutos, aumentaram para 2-0 por intermédio de Uchendu que, já dentro da área contrária, ultrapassou uma adversária e disparou um tiro para levar a equipa a novos festejos e fixar o marcador ao intervalo.

Na segunda parte, mais do mesmo, com o domínio bracarense a manter-se e mais dois golos. Logo aos 58 minutos foi Laura Luís que, com um cabeceamento muito bem colocado, fez um chapéu perfeito à guarda--redes adversária e aumentou para 3-0, para a capitã Vanessa fechar a contagem no marcador no 4-0 final, à passagem do minuto 71, na conversão de uma grande penalidade.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho