Correio do Minho

Braga, sábado

- +
SC Braga: “Nós gostámos de desafios e vamos estar à altura deste”
Cerveira: Novo executivo municipal com pelouros atribuídos

SC Braga: “Nós gostámos de desafios e vamos estar à altura deste”

Sector dos casamentos tem grande impacto na economia do concelho

SC Braga: “Nós gostámos de desafios e vamos estar à altura deste”

Desporto

2021-09-16 às 12h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Carlos Carvalhal reconhece o poderio do Estrela Vermelha, mas quer dar uma boa resposta depois da imagem menos positiva deixada em Paços de Ferreira. “Alinhamento” com palavras do presidente.

Arranca já hoje mais uma aventura europeia do SC Braga. Os Guerreiros do Minho defrontam os sérvios do Estrela Vermelha, a partir das 17.45 horas, no Estádio Rajko Mitic, na primeira jornada do grupo F da Liga Europa.
Ora, este desafio com o emblema de Belgrado acontece precisamente após o nulo frente ao Paços de Ferreira, num jogo em que o SC Braga se exibiu de forma menos convincente e que valeu, inclusivamente, uma espécie de chamada de atenção por parte do presidente António Salvador na partida para a Sérvia. Questionado, na conferênica de imprensa de ontem, acerca das palavras do líder dos arsenalistas, Carlos Carvalhal considerou tratar-se de um alinhamento de ideias.
“Eu diria que foi quase 'ipsis verbis' com aquilo que eu disse depois do jogo com o Paços. Não pode haver melhor alinhamento. Concordo em absoluto. Também dizer que foi um oásis na minha passagem pelo SC Braga até ao momento. É, talvez, das primeiras vezes que nós tivemos algumas queixas em relação à atitude. O que pretendemos demonstrar é que foi um dia menos bom e que vamos abordar o próximo jogo com uma atitude competitiva forte para tentar vencer”, garantiu o técnico, rejeitando a ideia de que um empate possa ser visto como um bom resultado.
“O SC Braga não entra em nenhum campo para empatar um jogo, mas sim para vencer. Temo-lo feito e vamos fazer amanhã [hoje], com determinação e respeitando um adversário, que é difícil, que joga no seu campo. Está há 46 jogos invicto no seu terreno e esse é um grande desafio. Nós gostamos disso e vamos estar à altura deste desafio, disputando o jogo com vontade e intenção de o vencer”, sublinhou Carvalhal, que vê um Estrela Vermelha de qualidade, tando individual como colectivamente.
“Respeitamos os adversários, não tememos ninguém. Temos um respeito muito grande pelo Estrela Vermelha, uma equipa boa do ponto de vista colectivo e individual. É uma equipa com uma média de idades na casa dos 28/30 anos, com quase todos os jogadores internacionais. É uma equipa muito experiente, que vale pelo seu todo. É esse o respeito que temos pelo Estrela Vermelha, mas não tememos ninguém em particular, nem a própria equipa como um todo. Vamos entrar destemidos para tentar vencer o jogo”, concluiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho