Correio do Minho

Braga,

- +
Selho S. Lourenço tem novo polo industrial com foco na internacionalização
Café Vianna mantém tradição e surpreende clientes com brunch

Selho S. Lourenço tem novo polo industrial com foco na internacionalização

Corrida une adeptos em Braga

Selho S. Lourenço tem novo polo industrial com foco na internacionalização

Vale do Ave

2019-12-13 às 21h21

Redacção Redacção

Domingos Bragança, Presidente da Câmara, João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia, e D. Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga, estiveram na inauguração.

Na tarde desta sexta-feira, 13 de dezembro, no Parque Industrial de Selho S. Lourenço, foi inaugurado o Polo 2 da empresa JOM, que se focará, para além do mercado nacional, nas exportações. Um investimento na ordem dos 6 milhões de euros que vem responder à procura de mobiliário, atendendo às necessidades das 22 lojas do grupo e ao mercado externo.
Na cerimónia de inauguração, Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, endereçou os parabéns a Joaquim Oliveira Mendes, administrador da empresa JOM, pelo sucesso e vitalidade que este novo polo industrial revela. “Este polo é resultado do esforço, dedicação e talento da liderança desta empresa e de todos os seus colaboradores”, referiu. O Presidente da Câmara disse que esta nova unidade industrial afirma Guimarães nacional e internacionalmente no âmbito dos novos desafios que se colocam às empresas. “O que está aqui a acontecer é a 4ª revolução industrial, patente na utilização de automação e inteligência artificial. Queremos ser líderes nesta revolução”, sublinhou. Domingos Bragança disse ainda que a Câmara Municipal está atenta às dinâmicas empresariais, principalmente desde que foi criada a Divisão de Desenvolvimento Económico em 2013. O Edil finalizou a sua intervenção, destacando três dimensões importantes no desenvolvimento económico: a gestão do território, a transferência de conhecimento dos centros de saber para as empresas e a dinâmica e investimento empresariais.
João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia, salientou o exemplo da industrialização da JOM, que se verificou após a constatação de uma necessidade de mercado. “A JOM começou pela comercialização e, só depois, investiu na indústria. Isto é revelador da atenção que dá ao mercado”, disse. Para o Secretário de Estado, esta atenção ao mercado é a que permitirá que as empresas cresçam de uma forma sustentável, pois estão dessa forma a responder à procura. João Neves destacou ainda o contributo que o investimento empresarial tem dado à recuperação económica de Portugal. “44% do PIB é gerado pelas exportações”, salientou.
D. Jorge Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga, mostrou a sua satisfação pela inauguração da unidade industrial e do que isso significa para o bem-estar dos trabalhadores e suas famílias. “O trabalho é inerente ao ser humano. É a partir do rendimento que dele retiramos que construímos uma vida com qualidade. Desejo muito sucesso aos trabalhadores desta empresa e aos seus administradores”, concluiu.
Joaquim Oliveira Mendes, administrador da JOM, agradeceu a todos os trabalhadores e à sua família por tudo o que a empresa tem conseguido. “Ao longo de mais de 20 anos no comércio retalhista, deparamo-nos com falta de mobiliário. Essa foi a razão pela qual, há 3 anos, inaugurámos o nosso primeiro polo industrial e motivo que nos traz hoje aqui para a inauguração desta segunda unidade”, disse. O polo 2 da JOM terá uma equipa de designers e produzirá artigos exclusivos, tendo em vista a internacionalização. “Vamos apostar fortemente na produção”, referiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.