Correio do Minho

Braga, sexta-feira

‘Sempre em Festa’ agradece protecção e peixe na rede à Senhora d’Agonia
Agrupamento de Maximinos exibe talento no Forum Braga

‘Sempre em Festa’ agradece protecção e peixe na rede à Senhora d’Agonia

Rio quer maior representatividade do Minho na Turismo do Porto e Norte

Alto Minho

2018-08-17 às 06h00

Redacção

Embarcação vai levar este ano ao mar o andor de Nossa Senhora d’Agonia para “agradecer” protecção à padroeira a cada saída para a faina. Esta é já a segunda vez que o mestre da embarcação, Ricardo Guia, vai cumprir a missão.

O barco ‘Sempre em Frente’ tem, este ano, o “orgulho” de levar ao mar o andor de Nossa Senhora d'Agonia para “agradecer” à padroeira a protecção a cada saída para a faina.
“Para qualquer pescador, é um orgulho e uma emoção especial levar o andor de Nossa Senhora. É a nossa padroeira. É nela que pensamos, sempre, que o barco se faz ao mar”, referiu o mestre da embarcação Ricardo Guia.
Além da segurança contra ventos e marés, as preces a ‘Nossa Senhora’ ajudam a garantir o sustento das “bocas” que seguem a bordo do ‘Sempre em Frente’.
“Pedimos-lhe que nos dê muito peixinho. Tenho sete homens a viver do meu barco. Sete famílias que dependem do quinhão de cada dia de faina”, referiu.

Filho e neto de pescadores, Ricardo admite já ter pensado em “largar” a pesca, mas recuou: “Aos 41 anos de idade, já é um pouco tarde para mudar de vida”, desabafou, conformado com “os dias que correm melhor” e que compensam “os piores”, estes confortados pela devoção à Senhora d'Agonia.
“O Sempre em Frente é o barco da ribeira de Viana que mais vezes levou andores ao mar”, atirou. “Há 25 anos que levamos andores ao mar”, acrescentou orgulhoso. Como mestre, é a segunda vez que vai cumprir a missão e garante que o faz, “sempre, com uma grande emoção”.

“Todos os anos os pescadores oferecem-se para levar os andores, mas só leva a padroeira quem já tiver percorrido os quatro santos que acompanham a Senhora da Agonia”, explicou.
Além da Senhora da Agonia, são ainda transportadas na procissão as imagens da Senhora de Monserrate, de São Pedro e da Senhora dos Mares.
Este ano, vai também o andor de Nossa Senhora do Minho e o de Frei Bartolomeu dos Mártires que, desde 2015, passou a integrar a procissão.
Considerado um dos números mais emblemáticos da Romaria d'Agonia, a procissão ao mar e ao rio cumpre-se há 50 anos, sempre a 20 de Agosto, desde 1968. Já o culto à padroeira dos pescadores tem a sua primeira referência escrita em 1744.

A solenidade do número religioso obrigou o ‘Sempre em Frente’ a retocar a pintura. Com mais de 15 metros de comprimento, a embarcação está “pintada de fresco” e, na véspera da procissão, domingo à noite à noite, vai ser “engalanado com flores, redes e outras artes de pesca”.
“É um momento em que família e amigos se juntam para embelezar o barco”, acrescentou.

Na segunda-feira, dia 20, as margens do rio Lima enchem-se. São milhares de pessoas concentradas para ver e saudar a procissão, envolvendo mais de uma centena de embarcações de pesca e de recreio.
No regresso a terra, os pescadores transportam os andores de novo à igreja situado no Campo da Agonia, passando pelas ruas da ribeira onde, durante a madrugada, foram confeccionados, manualmente, os típicos tapetes de sal.
A confecção dos desenhos, gravados em cinco ruas e uma alameda, com mais de 30 toneladas de sal colorido, realiza-se sempre na noite anterior ao dia da padroeira, feriado municipal, mobilizando centenas de pessoas, sobretudo moradores daquela zona da cidade.
A preparação começa meses antes da festa, mas a “noite dos tapetes”, como é localmente conhecida, atrai milhares de forasteiros que se perdem pelas tasquinhas da ribeira, animadas durante toda a madrugada com concertinas e cantares ao desafio.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.