Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Serviço de entrega de refeições em Famalicão representou volume de negócios de um milhão de euros
‘Pequenos grandes poetas’ apurados

Serviço de entrega de refeições em Famalicão representou volume de negócios de um milhão de euros

Apresentação do livro "Uma Chance ao Destino" de Maria Inês Rodrigues

Serviço de entrega de refeições em Famalicão representou volume de negócios de um milhão de euros

Vale do Ave

2021-05-05 às 15h15

Redacção Redacção

Medida promovida pela Câmara Municipal e pela Associação de Restaurantes de Famalicão esteve em vigor de novembro a abril

Quase cinquenta mil refeições entregues e um volume de negócios estimado a rondar o milhão de euros.

É este o balanço do serviço de entrega gratuita de refeições ao domicílio criado em novembro do ano passado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e pela Associação de Restaurantes de Famalicão para mitigar os efeitos económicos provocados pelo confinamento no sector da restauração e que, durante mais de cinco meses, permitiu que os famalicenses desfrutassem da sua refeição no conforto do lar sem necessidade de se deslocarem para levantarem a sua encomenda.

A medida, que esteve em funcionamento até ao final do passado mês de abril, envolveu mais de 80 estafetas, contou com a adesão de mais de 80 restaurantes de todo o concelho e implicou um investimento municipal na ordem dos 175 mil euros.

“São números que nos deixam muito contentes, não só pela ajuda que representam para um dos sectores mais fustigados pela pandemia, mas sobretudo porque são fruto de um trabalho feito em equipa, a começar pelos estafetas e pelos restaurantes e a terminar nos próprios famalicenses que não deixaram de apoiar a restauração neste período tão difícil”, refere a propósito o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, que traça um balanço “muito positivo” da medida.

Recorde-se que o serviço, válido para todo o concelho, foi criado no dia 14 de novembro de 2020 apenas para os fins-de-semana na sequência do Estado de Emergência então decretado pelo Governo. Em janeiro deste ano e atendendo à situação de confinamento geral do país, a autarquia e a Associação de Restaurantes de Famalicão decidiram alargar a medida para todos os dias da semana, de segunda a domingo, ao jantar.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho