Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Sete atletas olímpicos da UMinho premiados com Bolsas de Educação
Regulamentos municipais disponíveis em documento único

Sete atletas olímpicos da UMinho premiados com Bolsas de Educação

Filho rende tributo ao criador da vela votiva de Santa Marta de Portuzelo

Sete atletas olímpicos da UMinho premiados com Bolsas de Educação

Desporto

2019-11-22 às 12h44

Daniela Monteiro Daniela Monteiro

Estudantes da UMinho foram reconhecidos pela sua actividade desportiva e aproveitamento académico. Ao todo foram entregues 54 bolsas, num valor total de 130 mil euros.

Foram sete os atletas estudantes da UMinho que foram premiados com Bolsas de Educação na cerimónia realizada no Museu do Oriente, em Lisboa. Ao todo foram entregues 54 bolsas, num valor de 130 mil euros, a atletas a frequentar o ensino superior e que estejam integrados no Projecto Tóquio 2020 ou no Projecto de Esperanças Olímpicas.
Os premiados têm vindo a destacar-se pela sua actividade desportiva e pelo seu aproveitamento académico e são eles: Nuno Brito, atleta de andebol (Licenciatura em Biologia e Geologia); João Peixoto, atletismo (Licenciatura em Gestão), Mariana Machado, atletismo (Mestrado Integrado em Medicina); Tânia Barros, karaté (Mestrado Integrado em Medicina); Rafael Simões, natação (Mestrado Integrado em Medicina), Joana Cunha, taekwondo (Mestrado em Engenharia Industrial) e Júlio Ferreira, taekwondo (Mestrado Integrado em Arquitectura).
O atleta e estudante Júlio Ferreira assume que esta Bolsa de Educação é uma grande ajuda para cont
inuar o seu percurso. “Para manter um nível alto temos que estar muito concentrados nas nossas principais actividades e este prémio é motivador pelo reconhecimento do nosso valor e pelo esforço que dedicamos à nossa carreira dual”. Júlio Ferreira conquistou recentemente a medalha de bronze na Universíada de Nápoles.
Também a jovem atleta Joana Cunha, campeã europeia universitária em 2019, referiu a importância deste prémio. “Este tipo de apoios é muito importante para manter a nossa concentração naquilo que é a prática de desporto em alta competição e a frequência no ensino superior, duas actividades que requerem o nosso máximo, com elevada exigência.”

O director do departamento do Desporto e Cultura SASUM, Carlos Videira entende que esta iniciativa premeia os estudantes que mostram que o alto rendimento desportivo e os estudos superiores são mundos conciliáveis e que a UMinho faz um excelente trabalho: “somos uma verdadeira Academia de Campeões a todos os níveis”.
Estas bolsas entregues pelos Jogos Santa Casa e pelo Comité Olímpico de Portugal têm como objectivo ajudar a conciliar os estudos e a carreira desportiva.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.