Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Sexta-feira 13 “catapulta a pátria barrosã”
Hospital Nossa Senhora da Oliveira promove as primeiras Jornadas da Qualidade na Saúde

Sexta-feira 13 “catapulta a pátria barrosã”

Eurorregião reclama olhar mais próximo da UE

Sexta-feira 13 “catapulta a pátria barrosã”

Cávado

2019-09-13 às 13h52

Redacção Redacção

É a primeira ‘Sexta 13’ do ano e em Montalegre está tudo pronto para a festa. Para o presidente da Câmara Municipal de Montalegre, Orlando Alves, há mudanças na organização do certame, “sinais que espelham o impacto turístico do cartaz”.

A viver hoje a primeira ‘Sexta 13’ do ano, o líder do Município de Montalegre, Orlando Alves, aplaude o apoio do Turismo do Porto e Norte de Portugal - 50 mil euros -, o acordo com uma empresa de bebidas nacionais e alguns reajustamentos na organização, sinais que espelham o impacto turístico do cartaz. “Estamos perante uma aposta - iniciada em 2002 - que catapulta a pátria barrosã para o patamar em que ela tem de estar sempre, isto é, um lugar cimeiro das terras com charme e das terras com categoria neste país”, defende.

Orlando Alves realça que este é um evento que “se reajusta e que se reinventa e que já venceu todas as estações e todas as crises”, prometendo para hoje “muita folia”.
E como se aguardam milhares de pessoas em Montalegre foi necessário introduzir mudanças. Uma delas é o fecho da Rua Vitor Branco, decisão que obriga Orlando Alves a lançar o apelo à máxima compreensão dos munícipes: “é a rua que está paralela à Rua Direita, que está sempre muito congestionada. Por isso, vamos ter de criar ali atractividade para que a multidão se divida pelas três principais ruas onde a ‘Sexta 13’ acontece, ou seja, a Rua Direita, a Rua 25 de Abril e agora a Rua Vitor Branco”.

Outra ‘boa nova’ tem a ver com o apoio institucional da entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal. “Finalmente, a entidade decidiu olhar para a ‘Sexta 13’ com os olhos com que merece ser vista e a nova direcção deste órgão acaba de bafejar a organização com uma comparticipação de 50 mil euros, o que é, na verdade, muito bom”, aplaudiu Orlando Alves, referindo que este gesto “é o reconhecimento da importância e do peso que este evento tem na dinamização turística e económica do Norte de Portugal”.

A ‘Sexta 13’ de Montalegre recebeu, entretanto, a certificação como EcoEvento. A decisão resulta de uma parceria entre o município e a Resinorte, com o apoio do POSEUR (Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos). Com isto, os participantes da ‘Sexta 13’ vão ser sensibilizados para a adopção de boas práticas ambientais.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.