Correio do Minho

Braga, sábado

- +
“Temos capacidade para grandes espectáculos”
Prémios Viana de Lima distinguem mérito de alunos de Belas Artes e Arquitectura

“Temos capacidade para grandes espectáculos”

Caminha: Intervenção na rua do Fêlo, em Moledo, vai custar 237 mil euros

“Temos capacidade para grandes espectáculos”

Braga

2021-04-30 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Altice Forum Braga recebeu ontem o primeiro evento-teste a nível cultural. Mais de 400 pessoas foram testadas à Covid-19.

O Altice Forum Braga tem capacidade para acolher espectáculos como muito público. A garantia foi dada por Carlos Silva, administrador executivo da InvestBraga. O espaço acolheu ontem o primeiro dos dois eventos-teste (o espectáculo de Fernando Rocha) no recinto exterior. Hoje é a vez de actuar o cantor e músico Pedro Abrunhosa
Dois eventos encarados como um desafio pela administração da InvestBraga e que obrigou a uma operação logística de grande envergadura. “É um espectáculo teste de muitas situações, com a escolha e a compra de bilhete e a marcação de um teste (de despistagem da Covid-19) num processo único. Essa é uma das diferenças em relação ao que se fazia anteriormente”, explicou Carlos Silva.

O acesso ao recinto obrigou a que toda a gente (pessoal da organização, técnicos, artistas, músicos, seguranças e público) tivesse de realizar um teste, que tinha de ser negativo. O resultado do teste teve de ser apresentado à entrada do recinto, acompanhado do bilhete e do cartão de cidadão.
Ontem foram testadas 400 pessoas (capacidade máxima do espaço do concerto) e o mesmo deve acontecer hoje devido ao concerto de Pedro Abrunhosa.

O processo permite dar segurança à organização e ao público que pretende assistir aos espectáculos, o que leva a organização a concluir que Braga tem capacidade para organizar eventos de grande envergadura. “Há um ajuste a novas realidades. Este evento pode servir de referência para outros de dimensão maior”, disse Carlos Silva, acrescentando que o “efeito bolha” é total nestes eventos. “A limpeza do espaço é total e no processo de instalação todos os intervenientes foram testados e serão testados diariamente”, garantiu o administrador executivo da InvestBraga. Entre o público do espectáculo de ontem, a confiança era total.

“O teste não custou nada. Acho bem que façam estes testes”, disse João Borges. A mesma opinião teve José Pinto, que referiu que “custou um bocadinho, por ser a primeira vez que fiz o teste. Acho que estes testes deveriam ser tomados como exemplo a seguir. É uma boa política”. Jorge Macedo considerou que a testagem do público “é o caminho para que as coisas regressem à normalidade. É bom para o público se sentir seguro”.
Os testes realizaram-se exactamente dois anos depois da reabertura o Altice Forum Braga (29 de Abril de 2018).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho