Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Theatro Circo acolhe nova peça do encenador Nuno Cardoso
Na Escola de Valença Comer a Sopa Toda Dá Prémios

Theatro Circo acolhe nova peça do encenador Nuno Cardoso

“Cesse tudo o que a musa antiga canta...”

Theatro Circo acolhe nova peça do encenador Nuno Cardoso

Braga

2024-05-24 às 06h00

Fábio Moreira Fábio Moreira

'Fado Alexandrino' é uma peça adaptada da obra de António Lobo Antunes e com encenação do director artístico do Teatro Nacional São João, Nuno Cardoso, que será exibida no Theatro Circo a 24 e 25 de Maio.

Citação

Nos próximos dias 24 e 25 de Maio (pelas 21.30 horas e 15 horas, respectivamente), o Theatro Circo vai acolher a nova peça do encenador Nuno Cardoso, do Teatro Nacional São João, denominada 'Fado Alexandrino'.
A adaptação de 'Fado Alexandrino', de António Lobo Antunes, é encarada pelo encenador como a obra maior dos últimos 50 anos da literatura portuguesa, sendo que esta é a primeira produção própria do ano que o Teatro Nacional São João apresenta.
“Esta é uma peça adaptada de um trabalho de António Lobo Antunes, que retrata o reencontro de cinco militares que regressaram da guerra em África dez anos antes e se juntam num jantar, onde reflectem sobre um fim e o seu luto. Esta obra é um grande fresco da instauração democrática em Portugal, sendo um retrato franco dos acontecimentos que nos levaram até esse ponto”, começou por dizer Nuno Cardoso.
O encenador de 52 anos ainda revelou que esta peça tem um grande significado pessoal.
“Pessoalmente, para mim fazer esta peça tem um significado muito especial. É uma memória da nossa vida em democracia, um olhar sobre o passado, do que conquistamos enquanto país, sendo uma peça que se enquadra perfeitamente num ano em que celebramos os 50 anos do 25 de Abril”, considerou Nuno Cardoso.

Num espectáculo dedicado ao seu pai, o também director artístico do Teatro Nacional São João decidiu adaptar o livro, publicado em 1983. Os protagonistas desta história são ex-combatentes que, reunidos, partilham histórias e reflexões sobre as suas vidas e sobre o país antes, durante e depois da revolução do 25 de Abril.

Assim, a peça encenada por Nuno Cardoso apresenta-se como uma incursão incisiva na sociedade portuguesa da década de setenta, reflectindo sobre o país no período de queda do regime salazarista e a instauração da democracia e passando pelo horror de África e pelos infernos privados de cada um.
Com encenação, dramaturgia e adaptação cénica de Nuno Cardoso, a peça também conta com Fernando Villas-Boas na adaptação e dramaturgia, cenografia de F. Ribeiro e música de Peixe. Já a interpretação da peça está entregue a Ana Brandão, António Afonso Parra, Joana Carvalho, Jorge Mota, Lisa Reis, Patrícia Queirós, Paulo Freixinho, Pedro Almendra, Pedro Frias, Telma Cardoso, Sérgio Sá Cunha e Roldy Harrys.

“Fado Alexandrino” resulta de uma co-produção entre o Teatro Nacional de São João, Theatro Circo, Centro Cultural de Belém, Teatro Aveirense e Théatre National du Luxembourg.
Em conversa com o Correio do Minho, o encenador Nuno Cardoso ainda partilhou que a relação de colaboração entre Theatro Circo e Teatro Nacional São João tem sido muito positiva para as duas casas de espectáculos, destacando o peso e importância que o Theatro Circo tem para a região minhota e para o norte de Portugal.

“Já tive a oportunidade de marcar presença várias vezes no Theatro Circo, fruto da colaboração que as duas casas têm em vigor. Esta tem sido uma relação muito profícua, do interesse de ambas as partes. É uma colaboração que, infelizmente, no ano de Braga como Capital Portuguesa da Cultura, não nos irá levar ao Theatro Circo, mas teremos todo o interesse em voltar. O Theatro Circo é uma grande casa de espectáculos, uma grande referência da região norte e do Minho, em especial”, explicou o director artístico do Teatro Nacional São João.
Nuno Cardoso apresenta, pelas 21.30 horas do dia 24 de Maio, a primeira sessão de 'Fado Alexandrinho', sessão que contará com interpretação de Língua Gestual Portuguesa, sendo que a segunda sessão está agendada para as 15 horas do dia 25 de Maio.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho