Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
ULS de Braga dedicou a semana aos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública
Iminente chegada de Rui Borges aos Conquistadores pode ‘roubar’ Gonçalo Franco ao Moreirense

ULS de Braga dedicou a semana aos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública

Oficina dos Guerreiros do Minho arranca dia 21 de Junho

ULS de Braga dedicou a semana aos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública

Braga

2024-04-19 às 20h00

Redacção Redacção

Anualmente, realizam-se 3,5 milhões de análises e mais de 76 mil colheitas

Citação

A ULS de Braga assinalou o Dia Internacional dos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública, que se celebra a 15 de abril, com uma semana de atividades dedicada a dar a conhecer o trabalho crucial destes profissionais.

“O Técnico de Análises Clínicas e Saúde Pública desempenha um papel fundamental no diagnóstico e acompanhamento de doenças, embora o seu trabalho seja muitas vezes invisível”, referiu Mónica Macedo, Técnica de Análises Clínicas e Saúde Pública da ULS de Braga. “Sem os nossos resultados, os médicos teriam grandes dificuldades em estabelecer diagnósticos precisos e definir os tratamentos adequados para os seus pacientes.”, reforçou.

Ao longo da semana, os Laboratórios de Patologia Clínica e Imunohemoterapia da ULS de Braga abriram as suas portas a todos os colaboradores da instituição, permitindo-lhes conhecer de perto o espaço onde são realizadas milhares de análises clínicas todos os anos. Uma exposição fotográfica também foi patenteada, revelando o rosto dos profissionais que integram a equipa de TACSP e que trabalham 24 horas por dia para garantir a qualidade e segurança dos resultados analíticos.

No âmbito científico, realizou-se o LabMeeting, uma reunião dedicada aos profissionais de saúde, que proporcionou o debate de temas atuais relacionados com a atividade dos TACSP e o progresso desta profissão. Aurélio Mesquita, Diretor do Serviço de Patologia Clínica, realçou a multidisciplinaridade do Serviço e o desempenho técnico-científico da sua equipa, fatores que considera essenciais para a qualidade da atividade assistencial prestada.

“O trabalho dos Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública é essencial para o bom funcionamento dos nossos serviços e para a qualidade dos cuidados de saúde prestados à população”, afirmou Paula Vaz Marques, Diretora Clínica da ULS de Braga. “O Conselho de Administração da ULS de Braga reconhece a importância destes profissionais e está empenhado em continuar a apoiar as suas iniciativas de formação e desenvolvimento profissional.”

Ao longo do ano, o Laboratório de Análises Clínicas da ULS de Braga realiza cerca de 3 milhões e 500 mil análises e, no que toca a colheitas, ultrapassa as 76 mil, anualmente.

Os Técnicos de Análises Clínicas e Saúde Pública são profissionais de saúde responsáveis pela realização de análises laboratoriais em amostras biológicas, como sangue, urina e tecidos. Estas análises são essenciais para o diagnóstico, acompanhamento e tratamento de doenças. Os TACSP também podem atuar na área da saúde pública, realizando análises para monitorizar a saúde da população e prevenir doenças.


Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho