Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
“Um bom resultado é marcar e não sofrer”
Arcebispo apela à ‘frutificação’ de uma sociedade mais humana e mais justa

“Um bom resultado é marcar e não sofrer”

Ensino da contabilidade desafia professores e alunos

“Um bom resultado é marcar e não sofrer”

Desporto

2019-08-22 às 07h30

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Sá Pinto é claro no apontar dos objectivos do SC Braga para o duelo de hoje (19.45 horas) frente ao Spartak de Moscovo, apontando à vitória.

Jogo praticamente decisivo para as aspirações do Sporting Clube de Braga na Liga Europa. Os Guerreiros do Minho recebem, hoje, o Spartak de Moscovo no duelo da primeira mão do play- -off de acesso à fase de grupos da competição.
Um duelo disputado em casa, onde os bracarenses querem assegurar um bom resultado e isso é, nas palavras do treinador Ricardo Sá Pinto, “não sofrer golos e marcar”.
“Sem dúvida que vai ser um jogo da mesma exigência [como com os três grandes portugueses]. Será um jogo muito difícil para nós, mas também para eles. É uma equipa muito madura, com jogadores internacionais nos diversos sectores, com experiência e qualidade, muito perigosa no contra-ataque e no ataque rápido”, afirmou o treinador, acrecentando que “é importante fazer um bom resultado e isso passa por não sofrer e marcar”.
O técnico quer, por isso, um SC Braga muito cuidadoso: “temos que ser equilibrados em todos os momentos e agressivos defensivamente e não dar espaço a jogadores como Schurrle, Bakaev ou Ponce”, disse.
Para Sá Pinto, “os detalhes vão fazer a diferença nesta eliminatória”, considerando que “as duas equipas têm valor para passar à fase de grupos e ambas mereciam lá estar”.
Questionado sobre o facto de o adversário ser russo e também opositor directo de Portugal no ranking da UEFA, Sá Pinto afirmou que esse é também um dos motivos para querer vencer a eliminatória frente ao Spartak de Moscovo: “queremos fazer as duas coisas, ajudar o SC Braga a entrar na fase de grupos da Liga Europa e ajudar Portugal através dessa qualificação”, disse.
Sá Pinto abordou também a questão das mudanças no onze titular, que têm sido recorrentes nos vários jogos já disputados, referindo que não se trata de gestão, mas sim de dar oportunidades perante a confiança que todos os elementos do plantel lhe transmitem: “não faço gestão, faço uma convocatória a pensar que aqueles jogadores são os melhores para aquele jogo. Tenho muitos e bons jogadores, mas não os posso meter a todos. Estou muito satisfeito com a prestação de todos. Amanhã [hoje] jogarão os que têm as características ideais para começar este jogo”.
O duelo entre SC Braga e Spartak de Moscovo tem início marcado para as 19.45 horas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.