Correio do Minho

Braga,

- +
UMinho é a universidade portuguesa com mais pedidos de patentes
Caminhada cónega com mais uma nova nota de qualidade

UMinho é a universidade portuguesa com mais pedidos de patentes

João Pedro Sousa: “Estamos à espera de uma exibição muito forte do SC Braga”

UMinho é a universidade portuguesa com mais pedidos de patentes

Ensino

2022-12-06 às 12h13

Redacção Redacção

O ranking anual elaborado pela consultora Inventa International é liderado pela Delta, com 58 pedidos de “famílias de patentes” em 2021, seguindo-se as universidades do Minho (50), Porto (47), Lisboa (40), Aveiro (37) e a Bosch Portugal (35).

Citação

A Universidade do Minho mantém-se como a instituição de ensino superior portuguesa com mais pedidos de patentes, segundo o “Barómetro Inventa - Patentes Made in Portugal 2022”. O resultado reforça o papel desta academia como um dos principais motores de inovação do país e a sua ligação ao tecido económico-social.

O ranking anual elaborado pela consultora Inventa International é liderado pela Delta, com 58 pedidos de “famílias de patentes” em 2021, seguindo-se as universidades do Minho (50), Porto (47), Lisboa (40), Aveiro (37) e a Bosch Portugal (35).

Esta lista agrega os registos que deram entrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), no Instituto Europeu de Patentes, na Organização Mundial da Propriedade Intelectual, no Instituto Norte-Americano de Marcas e Patentes, no Instituto Chinês de Patentes, no Instituto de Propriedade Intelectual do Canadá e no INPI do Brasil.

Entre as tecnologias registadas pela UMinho estão, por exemplo, um novo processo de obtenção de um implante dentário e suas aplicações, um novo sistema de análise de tecidos colorretais, métodos inovadores de rotulagem, bem como um conversor CC-CC multinível, bidirecional e com isolamento galvânico.

O top 20 do “Barómetro Inventa” inclui 13 instituições de ensino superior, o que evidencia a importância destas na inovação nacional. Este documento revela ainda que Portugal subiu do 29.º para o 20.º lugar europeu nos pedidos de patentes entre 2001 e 2020, apesar do número absoluto baixo (1874 patentes em 2020, sendo 47% oriundas da região Norte). É expectável que Portugal possa “ultrapassar em breve” o Luxemburgo e a República Checa neste indicador.

O Relatório Estatístico Anual de 2021 do INPI, publicado em abril de 2022, coloca igualmente a UMinho no topo das instituições de ensino superior de Portugal com o maior número de pedidos de patentes.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho