Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
UMinho investe dois milhões de euros em projectos Erasmus +
Ligações indevidas à rede de águas pluviais poluem ribeiro em Viana do Castelo - APA

UMinho investe dois milhões de euros em projectos Erasmus +

PSD Braga promoveu e homenageia trabalho de autarcas

UMinho investe dois milhões de euros em projectos Erasmus +

Ensino

2022-10-04 às 16h31

Redacção Redacção

Programas têm como finalidade promover e apoiar o desenvolvimento de instituições de ensino superior. Estão envolvidos alunos, professores e técnicos de 70 países.

Citação

Dois milhões de euros é quanto a Universidade do Minho (UMinho) vai investir em cinco projectos aprovados pelo programa Erasmus + (Acção Chave 1). Os programas envolvem a mobilidade de estudantes, professores e técnicos de 70 países e a realização de três programa de treino intensivos.
Das cinco candidaturas, duas são institucionais. Uma insere-se no Projecto Erasmus+ 2022-24 para mobilidades na Europa e outra no Projecto UMove(ME) - University of Minho OVErseas Mobility Experience para mobilidade incoming e outgoing de estudantes e pessoal, tendo como parceiros instituições de ensino superior de países como África do Sul, Angola, Cabo Verde, Camboja, Canadá, Cazaquistão, China, Coreia do Sul, Cuba, EUA, Guiné-Bissau, Índia, Indonésia, Israel, Japão, Laos, Macau, Malásia, Moçambique, Mongólia, Quirguistão, República Dominicana, Tailândia, Taiwan ou Vietname.

 A UMinho assegurou igualmente financiamento para três candidaturas em consórcio, sob a sua coordenação. O UNorte International, criado em 2017, pretende promover maior competitividade das universidades do Minho, Porto e Trás-os-Montes e Alto Douro no espaço europeu de ensino superior.
O JAMIES - Joint Academic Mobility Scheme with the Middle East and South, também criado em 2017 em associação com as universidades do Algarve, Nova de Lisboa, Porto e Trás-os-Montes e Alto Douro, tem como principal finalidade apoiar o desenvolvimento e modernização de instituições de ensino superior na Argélia, Jordânia, Líbano, Marrocos, Pales- tina, Síria e Tunísia.

Já o consórcio PEERS - Mobility Programme between Portugal, ENI East and IPA Countries, foi criado em associação com as universidades de Aveiro e Évora, e apoia a promoção de reformas estruturais em instituições de ensino superior na Albânia, Arménia, Bósnia e Herzegovina, Geórgia, Kosovo e Ucrânia, aproximando-as às normas da UE em termos de recursos humanos, reforma do sistema educacional e desenvolvimento da investigação científica.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho