Correio do Minho

Braga,

- +
UMinho vai apoiar alunos na aquisição de computadores e no acesso à internet
Falta de equipamentos de protecção prejudica acção dos bombeiros

UMinho vai apoiar alunos na aquisição de computadores e no acesso à internet

Braga é o segundo distrito do país em número de incêndios

UMinho vai apoiar alunos na aquisição  de computadores e no acesso à internet

Ensino

2020-04-02 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Medida é direccionada aos alunos mais carenciados e será viabilizada através de verbas do Fundo Social de Emergência, cujo regulamento vai ser alterado. É a resposta da academia para colocar em prática o ensino à distância para todos.

O reitor da UMinho quer alterar o Regulamento do Fundo Social de Emergência permitindo que as verbas deste fundo sejam canalizadas para apoio à compra de equipamentos de comunicação por parte dos estudantes mais carenciados para que possam acompanhar as actividades de ensino à distância que serão desenvolvidas, pelo menos, até final do final do ano.
Em conferência de imprensa online, Rui Vieira de Castro, adiantou que as unidades orgânicas, através dos seus directores, e a própria Associação Académica da UMinho estão a efectuar um levantamento de “situações críticas” de estudantes que não têm acesso aos meios necessários para acompanhar as actividades lectivas, nomeadamente no acesso a computadores ou a rede de internet.
“Vamos uma iniciar uma campanha junto dos Alumni no sentido de gerar um acréscimo de sensibilidade social relativamente a esta matéria, procurando garantir um apoio que permita, para aqueles casos identificados, o fornecimento de equipamentos para que os nossos estudantes não sejam excluídos desse processo, o que significaria que seriam duplamente penalizados”, adiantou o reitor da UMinho, garantindo que está é uma realidade “à qual estamos muito atentos.
A UMinho é hoje um das universidades portuguesas com maior número de bolseiros - perto de seis mil - sendo que é neste grupo que se concentram as maiores dificuldades.
“Procurar assegurar que os estudantes disponham dos meios que lhes permitam acompanhar
as actividades lectivas é um dos maiores desafios que a UMinho tem pela frente”, assume Rui Vieira de Castro. Com um modelo de ensino à distância, o dirigente universitário diz que os desafios são muitos e decorrentes de “uma situação excepcional”, sobretudo no que diz respeito às aulas práticas, com grande componente laboratorial, e estágios. “O esforço que estamos a fazer é de, nas unidades curriculares com pendor laboratorial mais forte, encontrar dispositivos que permitam, de alguma forma, a substituição das experiências capazes de garantir o desenvolvimento das competências dos estudantes”, explica Rui Vieira de Castro, admitindo que esta prática “tem limitações”.
“Numa unidade técnica que tem como objecto técnicas de Serigrafia, como no Curso de Artes Visuais, esta experiência não é facilmente replicável para outros contextos. Como não é replicável as situações em que se esperam que os estudantes estejam em organizações, escolas, empresas a desenvolver as suas competências”, exemplifica ainda o reitor, sublinhando, uma vez mais, que estamos a viver uma situação “extraordinária e absolutamente excepcional” e é necessário “encontrar formas de ajustar o desenvolvimento das unidades curriculares, criar condições e experiências, reorientar conteúdos” que sejam passíveis de desenvolvimento e obtenção do resultados esperados “ou próximos do esperado”.
“Naturalmente não temos a ilusão de pretender que o que vai resultar destes processos replicará totalmente o que ocorreria em circunstâncias normais. O que se trata é de garantir o essencial, sendo que em alguns casos ficará quém do que era a nossa expectiva inicial”, remata o reitor da UMinho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho