Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
UMinho vence “Jogo das Estrelas” 2020
Theatro Circo e gnration retomaram actividade esta Segunda-feira, dia 1 de Junho

UMinho vence “Jogo das Estrelas” 2020

Montalegre: Reforçado investimento para combate à vespa

UMinho vence “Jogo das Estrelas” 2020

Ensino

2020-02-22 às 18h18

Redacção Redacção

Academia venceu por 9-6 a 10.ª edição do evento.

As comemorações do 46º aniversário da Universidade do Minho (UMinho) foram mais uma vez motivo para a realização do “Jogo das Estrelas”, que juntou hoje, dia 22 de fevereiro, no Pavilhão Desportivo Universitário de Gualtar, duas excelentes equipas que proporcionaram, sobretudo, um grande momento de convívio. O placar final desta 10ª edição do evento assinalou a vitória da equipa da UMinho por 9-6, sendo que a verdadeira vencedora foi a amizade e a união entre pessoas e instituições importantes para a Academia.

"Estamos aqui para, no âmbito daquilo que são as celebrações do dia da Universidade, podermos também por esta via, encontrar pontos de contacto, articulação e convívio entre entidades parceiras da Universidade”, transmitia o Reitor da UMinho, Rui Vieira de Casto, antes do apito inicial da partida. Um momento que, segundo este, pretende ser de “convergência” de pessoas que, independentemente das áreas em que exercem a sua atividade, independentemente da sua filiação política, participam por “amizade” e em prol da Universidade.
O jogo de futsal entre os representantes da Academia Minhota e a equipa de Convidados especiais, composta tradicionalmente por personalidades externas do meio político e desportivo, nacional e regional foi assim, um momento de grande confraternização, em que o resultado foi o menos importante, servindo para consolidar relações, sendo a UMinho “o grande fator de união desta comunidade alargada”, afirmou André Coelho Lima, deputado do PSD na Assembleia da República.
Muito disputada e aguerrida, a partida iniciou quase com a equipa da UMinho a abrir o marcador. Eugénio Campos Ferreira, Vice-reitor da UMinho, abriu as hostes e, ainda no primeiro minuto de jogo, colocava a equipa a vencer. Marcada pelo equilíbrio, nesta primeira parte ainda haveriam de ser marcados mais quatro golos. Aos 5’, André Coelho Lima empatava, e aos 10’ Diogo Arezes, dos Serviços de Acção Social da Universidade do Minho (SASUM) voltava a colocar a Academia em vantagem. O momento era de domínio da equipa da “casa” e, num lance de insistência, Nuno Macedo da Associação Académica (AAUM) aumentava a vantagem para 3-1. Não baixando os braços, a equipa dos Convidados ainda reduziria a desvantagem antes do intervalo, por intermédio de Vítor Dias, Diretor Regional do IPDJ, que deixava tudo em aberto com o 3-2.
A segunda metade haveria mesmo de abrir com o golo do empate, Diogo Cunha, Presidente da JS Braga mostrava que a sua equipa estava ali para lutar pela vitória. Contudo, os festejos dos Convidados não se prolongaram no tempo e, volvidos cinco minutos, Diogo Arezes aproveitava alguma desconcentração dos adversários e bisava na partida, repondo a vantagem no marcador (4-3). Os momentos seguintes mostraram algum desalinho da parte dos Convidados, com a equipa da Academia a exibir vontade de assumir o jogo. Assim, foi com alguma naturalidade que os da “casa” dilataram a vantagem. Bruno Lemos dos SASUM marcava o 5-3 e, logo de seguida, no meio de alguma confusão, Ricardo Sousa, Presidente da SYNERGIA assinalava mesmo um autogolo (6-3). A equipa da Academia haveria ainda de dispor de outras oportunidades e acabou mesmo por voltar a marcar, novamente, por intermédio de Nuno Macedo e Eugénio Campos Ferreira (8-3).
Apesar do resultado pesado, a equipa dos Convidados não deitou a “toalha ao chão” e mostrava querer mudar o rumo dos acontecimentos. Nesta altura, e com menos de 10’ para jogar, era o tudo ou nada. Primeiro, através de Vítor Dias, que bisava na partida, reduziu para 8-4 e, no minuto seguinte, Francisco Mota, Presidente da JP marcava o 8-5. Volvidos 5’ era a vez do capitão Ricardo Rio, Presidente da CMBraga marcar, ele que é um dos totalistas participantes nas edições do “Jogo das Estrelas”, para além de um dos melhores marcadores.
Apesar do esforço, a equipa visitante não conseguiria levar de vencida a Academia, que ainda antes do termo do encontro haveria de voltar a marcar, através de Carlos Videira, responsável pelo Departamento de Desporto e Cultura dos SASUM.
Ricardo Rio evidenciou a heterogeneidade da sua equipa como uma “barreira” para uma melhor exibição global, uma vez que não têm ritmos de jogo, nem existe o característico “espírito de equipa”, apesar disso destacou “o espírito inicial da iniciativa, marcada por uma jornada de convívio e de afirmação da relação da Universidade com a comunidade e interação com as instituições aqui representadas”, daí afirmar este como um “bom motivo” para que o evento venha a ser repetido todos os anos. “Quando todos trabalhamos para um mesmo objetivo, mesmo sendo de forças diferentes, tudo fica mais fácil, e é também isso que estamos a celebrar neste “Jogo das Estrelas” de há uns anos para cá”, concluiu.
Pela primeira vez a participar no evento esteve Francisco Rodrigues dos Santos, Presidente do CDS, que afirmou que “o resultado não era o mais importante”, assumindo sim a relevância do desporto e do exercício físico para a saúde e bem-estar, enaltecendo a cultura de valores, a lealdade, a cultura de equipa e a solidariedade “penso que é este o grande ganho deste encontro, nesse sentido posso dizer que ficamos todos a vencer”, declarou.
Esta partida veio reforçar a vantagem de vitórias da Academia no historial de encontros. Com o resultado desta 10º edição, a Academia tem agora cinco vitórias contra três da equipa dos Convidados, tendo o empate acontecido por duas vezes.


Constituição das equipas:

Equipa da Academia:

Rui Vieira de Castro (Reitor da UMinho - Capitão); Eugénio Campos Ferreira (Vice-reitor da UMinho); Filipe Vaz (Pró-reitor da UMinho); Rui Oliveira (Presidente da Associação Académica-Guarda-Redes); Pedro Arezes (Presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho); Carlos Videira (Responsável do Departamento de Desporto e Cultura dos SASUM); Diogo Arezes (SASUM); Domingos Martins (SASUM); Bruno Lemos (SASUM); Daniel Vieira da Silva (UMinho); Rui Rebelo (SASUM); Nuno Macedo (AAUM); Francisco Costa (AAUM).

Equipa dos Convidados:

Ricardo Rio (Presidente da Câmara Municipal de Braga - Capitão); André Coelho Lima (Deputado do PSD na Assembleia da República); Miguel Bandeira (Vereador da CMB - Guarda-Redes); André Reis (Presidente da FADU); Vítor Dias (Diretor Regional do IPDJ); Ricardo Sousa (Associação Juvenil Synergia); Joel Pereira (Sporting de Braga); Nuno Reis (Ex-Presidente da AAUM); Paulo Resende (Vice-presidente do SC Braga); Francisco Rodrigues dos Santos (Presidente do CDS); Francisco Mota (Presidente da JP); João Alcaide (Presidente da JSD Braga); Diogo Cunha (Presidente da JS Braga); Tiago Costa (Coordenador Nacional da JCV).

Árbitros:

Francisco Carvalho e António Silva

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho