Correio do Minho

Braga, sábado

- +
“Uns dias fora de água e parece que já não sabemos nadar”
Católica recebe selo de verificação ‘Covid Safe’

“Uns dias fora de água e parece que já não sabemos nadar”

Ponte da Barca: Freguesia de Vade S. Tomé vai ter novo abrigo de passageiros

“Uns dias fora de água e parece que já não sabemos nadar”

Entrevistas

2020-05-03 às 06h00

Rui Miguel Graça Rui Miguel Graça

José Paulo Lopes destaca que estes dias têm sido complicados, uma vez que os “nadadores precisam de estar dentro de água para treinar”, confessando que já tem saudades da piscina.

O nadador de alta competição do Sporting Clube de Braga, José Paulo Lopes, habituou o universo da natação a recordes e medalhas dentro e fora de portas. Um verdadeiro ‘monstro marinho’ que não vê a hora de voltar ao seu habitat natural. Acostumado a treinar duas vezes por dia, é na piscina que José Paulo Lopes se sente em casa, por isso, nos dias que correm é como se fosse um ‘um peixe fora de água’. O atleta, que precisa de entrar dentro de água para treinar, traça o que tem sido e como tem vivido toda esta situação, sabendo que não pode, ainda, entrar na piscina.

Como tem sido a adaptação a esta nova realidade?
“Sendo nadador tem sido difícil, porque nós (nadadores) precisamos mesmo de entrar na água para treinar, caso contrário perde-se muito facilmente a forma física. Basta estar uns dias fora de água e parece que já não sabemos nadar, está a ser um bocado difícil, mas temos de fazer o possível para a perda da forma física não ser muito grande.
Já tenho saudades de estar dentro da piscina, tem sido estranho porque antes de isto acontecer entrava, mais do que uma vez por dia na água e agora não posso mesmo entrar, sinto muita falta de estar dentro da piscina”.

É muito importante de manter rotinas diárias e um estilo de vida saudável?
“O isolamento em família tem sido bom, tentamos ocupar o tempo da melhor forma, às vezes vemos filmes e series. À tarde costumo treinar com o meu irmão e aí o tempo passa mais rápido. Estando por casa é mais difícil controlar-me, normalmente uma pessoa quando está mais por casa está sempre a comer, mas tenho feito um esforço porque senão a perda de forma ainda é maior e depois ainda tenho de treinar mais.
O meu treinador-adjunto fez-me vários planos de treino, tendo em conta os equipamentos que trouxe da piscina, isso tem sido uma boa ajuda para conseguir manter a forma física. É muito importante manter as rotinas, por exemplo, deitar cedo e acordar cedo, caso contrário torna-se mais difícil recuperarmos”.

Já há perspectivas sobre o regresso à competição?
“Ainda não há nenhuma informação relativamente ao regresso às competições, mas independentemente disso, temos de continuar a treinar para que, quando houver possibilidade, estarmos prontos a treinar e a competir. A alteração dos Jogos Olímpicos foi para mim um alívio, a data de obtenção dos mínimos estava a aproximar-se e saber que tenho mais um ano para preparar-me com mais condições, é positivo para mim.”

Quais as implicações de estar sem entrar na piscina?
“As principais consequências de estar sem entrar na piscina durante tanto tempo são, a perda de forma e também a perda de sensibilidade da água. Perdemos isso com facilidade e, por isso, é que os nadadores têm de estar sempre na água e treinar todos os dias. Depois desta paragem tão grande, estou bastante curioso para saber como estão os meus tempos quando voltar à natação.”

Mesmo com o fim do isolamento, que mensagem deixar às pessoas?
“Queria fazer um apelo e pedir às pessoas para se manterem com o máximo de prevenção, como toda a gente sabe, todos nós temos de fazer a nossa parte e respeitarmos as indicações dadas pelas autoridades. Por isso, é importante sermos rigorosos, mantermo-nos activos e em forma”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho