Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Urgência informa por sms familiares de doentes
Pandemia chegou há um ano e “travou a fundo” o desenvolvimento de Braga

Urgência informa por sms familiares de doentes

Meta de amanhã: evitar pior série defensiva da temporada

Urgência informa por sms familiares de doentes

Vale do Ave

2021-01-21 às 08h00

Redacção Redacção

Pelo menos cinco SMS são enviados ao familiar de referência do doente depois deste dar entrada no Serviço de Urgência do Hospital de Guimarães.

O Serviço de Urgência do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, passou a enviar mensagens para o telemóvel de referência de contacto dos doentes graças a um projecto informático que visa humanizar os serviços e evitar aglomerados desnecessários.
Em comunicado, o hospital refere que, após a admissão do doente no Serviço de Urgência, são enviadas pelo menos cinco mensagens (SMS) com indicações acerca dos procedimentos em curso.
A primeira mensagem de texto enviada para o telemóvel do acompanhante do doente informa automaticamente que o utente se encontra em observação clínica.
De seguida, todas as vezes que o doente realize exames, como RX ou TAC, é enviado uma nova SMS para o número do familiar de referência, para que este seja actualizado dos procedimentos realizados.
Se for o caso, quatro horas após a realização dos exames é enviada uma nova mensagem a informar que o doente continua em reavaliação clínica.
Por último, caso o doente tenha alta ou seja transferido para o internamento ou outro hospital, será enviada essa informação.
Em todos os casos, sendo necessária informação adicional, um profissional de saúde poderá entrar em contacto directo com a família.
“Este sistema é importantíssimo para que os familiares tenham a noção de como decorre o processo do seu familiar e evita que se desloquem sem necessidade ao hospital, evitando aglomerados desnecessários”, sublinha o hospital.
Na unidade de internamento covid-19, além da informação diária do médico, está disponível um ‘tablet’ para realizar videochamadas com os doentes que apresentem condições para tal, depois de um agendamento entre os familiares e o enfermeiro responsável, revela o hospital em comunicado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho