Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Utentes infectados regressam ao Lar da Pousa
Miguel Ângelo e Rui Massena no Theatro Circo em Setembro

Utentes infectados regressam ao Lar da Pousa

Retoma do funcionamento do comboio “Celta” é boa notícia para o turismo e setor empresarial de Viana do Castelo

Utentes infectados regressam ao Lar da Pousa

Cávado

2020-04-02 às 09h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

São 22 os idosos infectados do Centro de Apoio e Solidariedade da Pousa. Cinco estão internados no hospital e dos 18 utentes, que foram transferidos para o Seminário da Silva, 17 estão infectados.

São 22 os utentes do Centro de Apoio e Solidariedade da Pousa (CASP), em Barcelos, que estão infectados. Cinco dos infectados continuam internados no hospital e 18 foram transferidos, na passada terça-feira, para o Seminário da Silva, também no concelho de Barcelos, para permitir a desinfecção das instalações do centro. “Os idosos infectados vão ser ainda hoje à tarde (ontem) transferidos novamente para o lar”, garantiu o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes.
O autarca, que falava durante uma conferência de imprensa por videoconferência, informou que dos 18 utentes que fizeram teste à Covid-19, na passada segunda-feira, 17 deram positivo.
“Estão todos estáveis, sem quaisquer outras patologias. Os utentes vão ter de regressar para o seu lar natural, não há outra alternativa”, assumiu o presidente, referindo que o lar foi desinfectado anteontem e “está em condições para receber os utentes, em sintonia com a Segurança Social e as autoridades sanitárias”. Miguel Costa Gomes deixou ainda a garantia: “tudo ficará sereno”.
Já o utente que acusou negativo não regressará às instalações . “Estamos a tentar perceber se há possibilidade do utente ficar com a família ou vamos encontrar outro destino”, garantiu.
Sobre os cinco utentes que estão hospitalizados, o presidente esclareceu: “a ida para o hospital foi uma medida cautelar de separação dos que ainda não tinham sido analisados. O estado clínico deles é estável. Se mantiver este estado estes utentes regressão ao lar, porque não há razões para estar internados”.
Em relação às colaboradoras, Miguel Costa Gomes, confirmou que três estão infectadas, estando as restantes em quarentena por precaução e em isolamento profiláctico.
O funcionamento do lar do centro será assegurado, ainda de acordo com o autarca, “pelas funcionárias, que entretanto, acabam a quarentena no início da próxima semana e com apoio da Segurança Social, que disponibilizará técnicos e profissionais para ajudar”.
Está ainda previsto, para esta semana, efectuar rastreios em todos os lares do município para validar as situações de saúde no que diz respeito à Covid-19.
A Câmara Municipal de Barcelos também está a efectuar uma série de contactos com fornecedores para a aquisição de vários equipamentos que são necessários. “Não estamos em condições de esperar qualquer distribuição e como estamos perante uma situação atípica, o município já fez alguns contactos com empresas e há alguma disponibilidade de equipamentos para fornecer aos lares, mas também, eventualmente se houver alguma carência no hospital ou no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES)”, justificou o presidente.
Entretanto, foram montadas duas tendas que o Município de Barcelos tinha solicitado ao Exército, uma no Hospital Santa Maria Maior e outro no Centro de Saúde S. José, a pedido do Agrupamento do ACES Cávado III. “Vamos ainda instalar dois contentores no hospital para ultrapassar as dificuldades durante as análises do cidadãos, para haver espaço de entrada e de saída, evitando o contacto entre as pessoas”, avançou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho