Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Valença na Rede de Cidades e Vilas que Caminham
Governo confirma construção do novo hospital a breve prazo

Valença na Rede de Cidades e Vilas que Caminham

Governo propõe aumento de 180 euros aos policias

Valença na Rede de Cidades e Vilas que Caminham

Alto Minho

2024-04-18 às 21h00

Redacção Redacção

Valença é um dos primeiros 40 municípios portugueses a integrar a Rede de Cidades e Vilas que Caminham. O ato de formalização da adesão ocorreu na sexta-feira, 12 de abril, nos Paços do Concelho.

Citação

Após a assinatura da adesão Valença recebeu a bandeira dourada das Cidades e Vilas que Caminham, uma rede de municípios que tem como objetivo dinamizar novas experiências e soluções de boas práticas nas áreas da mobilidade sustentável, sobretudo a pedonal.

No ato, o Presidente da Câmara, José Manuel Carpinteira, agradeceu a atribuição da bandeira a Valença considerando um incentivo e uma motivação para conquistar, cada vez, mais espaço no desenho urbano da cidade para as pessoas e a sua mobilidade sustentável.

Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade e fundadora desta rede, destacou que “Queremos ser uma escola de desenho do espaço público para promover a caminhabilidade e colocar em prática os melhores exemplos de políticas urbanas de mobilidade.”.

A Rede de Cidades e Vilas que Caminham tem por grande objetivo incentivar os municípios a apostar por políticas urbanas de mobilidade sustentável que reforcem as condições de caminhabilidade na cidade, melhorem a qualidade de vida urbana, enriqueçam as sociabilidades, melhorem os parâmetros de saúde pública, universalizem a utilização do espaço público para todos, melhorem o comércio local através de centros comerciais ao ar livre, beneficiem a economia circular, diminuam a emissão de gases poluentes, contribuam para a igualdade de género, incrementem a intermodalidade, aumentem a segurança da circulação pedonal e viária, formem técnicos para a abordagem específica e transversal e sensibilizem a população para os benefícios da caminhabilidade.

O ato contou, ainda, com a presença de Pedro Ribeiro da Silva, urbanista e coordenador da Rede de Cidades e Vilas que Caminham, com origens valencianas.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho