Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
“Venham ao futebol e colaborem com o Lanhelas FC”
Municípios “disponíveis para fazer tudo o que é possível”

“Venham ao futebol e colaborem com o Lanhelas FC”

Há incapacidade para responder “ao essencial”

“Venham ao futebol  e colaborem com o Lanhelas FC”

Desporto

2020-01-22 às 06h00

Ricardo Anselmo Ricardo Anselmo

Fundado em 1925, o Lanhelas Futebol Clube procura adaptar-se às exigências que o desenvolvimento do futebol lhe exigem. Depois de um período de interregno desportivo, o clube renasceu das cinzas e aponta a outros voos, mas... com calma.

Fundado no dia 17 de Janeiro de 1925, o Lanhelas Futebol Clube é o clube que representa a freguesia que lhe dá o nome, pertencente ao concelho de Caminha.
Perto de completar cem anos de história, o clube encontra-se neste momento a disputar a II Divisão da Associação de Futebol de Viana do Castelo.
Nas comemorações do 95.º aniversário do clube, a Direcção aproveitou a recepção ao Arcozelo, da 16.ª jornada do campeonato, para partilhar com os sócios e simpatizantes o bolo de aniversário.

O 12.º lugar que a equipa ocupa nesta altura no campeonato não permite sonhar com grandes voos, nem esse é o objectivo para já. José Manuel Dantas da Rocha, de 57 anos, é actualmente o presidente do Lanhelas FC. Assumiu a presidência em 2018, estando agora no segundo de três anos que o mandato contempla, apesar de já ter feito parte, ainda que noutras funções, da anterior Direcção. No final do mandato pensa, para já, recandidatar-se, até porque, desconfia, ninguém deverá aparecer para querer tomar conta do barco.
Vê actualmente o clube com uma equipa constituída na sua maioria por jovens jogadores, com um ou outro acrescento de veterania, razão pela qual o objectivo da subida só deverá começar a ser tido em conta sensivelmente daqui por dois anos.

Elege como os momentos mais marcantes da história do clube a participação na Taça de Portugal e a vitória na Taça da Associação de Futebol de Viana do Castelo, na época de 1976/1977. O 4.º lugar alcançado na I Divisão da AF Viana, na época de 2012/2013 é outra das grandes conquistas do clube que actualmente, por força de um dos projectos que o treinador tem em archa, começa a dar os primeiros passos no futebol de formação, com a criação, no ano passado, de equipas nos escalões de petizes, traquinas e benjamins.
Cobrir a bancada dos sócios no Estádio Ilídio Couto é um dos desejos a cumprir.

“Venham ao futebol e colaborem com o Lanhelas”

Correio do Minho (CM) - Como surge a ligação ao Lanhelas?
José Rocha (JR) - Já estou ligado ao clube desde os meus 12 anos. Fui guarda-redes nos iniciados do clube e continuei sempre a jogar até aos 28 anos. Infelizmente tive um acidente que não me permitiu continuar a jogar futebol. Estou no clube há 45 anos...

CM - Do que se recorda da história do clube, quais foram os momentos mais marcantes?
JR - O momento mais marcante foi quando o Lanhelas foi à Taça de Portugal e a vitória na Taça da Associação de Futebol de Viana do Castelo.

CM - A nível desportivo, a equipa ocupa o 12.º lugar do campeonato. A época está a correr dentro das expectativas?
JR - O nosso objectivo passa por ficarmos nos lugares mais acima possível da tabela. Subir de divisão é difícil. Não estamos a pagar nada aos nossos jogadores, mas estamos a tentar fazer o máximo. Temos uma equipa jovem, mas pode ser que na segunda volta corra melhor.

CM - Pensam na subida a curto ou médio prazo?
JR - Talvez dentro de dois anos. Se conseguirmos manter a equipa que temos neste momento e arranjarmos mais um ou outro jogador, pode ser que consigamos. Neste momento não. A equipa é jovem, com um ou dois veteranos e não está ainda preparada para isso.

CM - Tiveram um período de ausência...
JR - Sim, o clube teve um interregno de alguns anos e foi reactivado em 2011/12 e esteve vários anos parado, não havia quem pegasse na equipa… entretanto apareceu um grupo de jovens que veio falar connosco e nós arrancamos…

CM - Que projectos têm pensados para o futuro?
JR - Começamos no ano passado a desenvolver equipas nas camadas jovens e devagarinho vamos ver no que vai dar. Neste momento temos benjamins, traquinas e petizes. Os benjamins e os petizes já estão a disputar os campeonatos da AF Viana. … Também temos a ideia de colocar uma cobertura na bancada para os nossos sócios. Vamos entanto… ainda não há nada em concreto, estamos ainda a fazer os orçamentos. Um passo de cada vez…

CM - Em que condições encontrou o clube quando o assumiu?
JR - Como eu tinha feito parte da anterior Direcção eu sabia como estavam as estruturas do clube, que estavam relativamente boas… Financeiramente está fraco… as receitas chegam através dos sócios, alguns patrocínios… vamos tentando sempre arranjar algo mais, mas não é fácil...

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho