Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Verão no Campus: Jovens experimentam design, arquitectura e engenharias
IPCA celebra 24 anos de afirmação de olhos postos no futuro

Verão no Campus: Jovens experimentam design, arquitectura e engenharias

Colégio Leonardo da Vinci uma instituição de referência

Ensino

2018-07-26 às 06h00

Redacção

Em Azurém os participantes do ‘Verão no Campus’ da Universidade do Minho contactaram com a tecnologia e a ciência. Na Escola de Arquitectura foram envolvidos no edificado vimaranense.

A Escola de Arquitetura da Universidade do Minho (EAUM) propôs a cerca de 30 jovens actividades que vão desde a tradicional arquitectura, até ao novo curso das Artes Visuais.
Na actividade de Arquitectura, Espaços de Desenho e Imaginação, os jovens têm tido uma abordagem a esta especialidade que vai desde a observação, até à execução de projecto.
Neste particular, destaque para uma visita ao centro histórico da cidade de Guimarães, onde os jovens participantes observaram o património edificado e as fachadas mais emblemáticas, para as reproduzir com técnicas ensinadas pelos professores orientadores.

As oficinas de observação e a construção de projectos são sempre acompanhados por arquitetos. Ainda em Azurém decorre a nova oficina de Artes Visuais, que faz uma abordagem à nova licenciatura de Artes Visuais, que este ano é lançada na UMinho. Nesta actividade os jovens fazem uma introdução à pintura, escultura e arte multimédia.
A EAUM tem ainda uma terceira Oficina de Design e Morfologia, onde os jovens fazem uma análise morfológica a di- ferentes objectos, partindo depois para a sua replicação em desenho, estampagem, entre outras formas. A Escola de Engenharia da UMinho (EEUM) apresenta um vasto leque de propostas de atividades que visa, no essencial, proporcionar a expe-rimentação das diversas especialidades no âmbito desta escola.

A funcionar em Azurém, a EEUM repete com sucesso a actividade Engenharia dos Novos Materiais que proporciona uma experimentação às várias especialidades técnicas da engenharia. Este grupo de participantes passa pela engenharia civil, ou mecânica, experimenta ainda os polímeros, os têxteis, a informática, ou a engenharia biológica, numa actividade que permite conhecer melhor cada uma das especialidades.

Paralelamente esta escola proporciona a actividade Biotecnologia e Bioengenharia Industrial, no Departamento de Engenharia Biológica, em Gualtar, onde experimentam, por exemplo o aquecimento óhmico como alternativa aos tratamentos térmicos convencionais, a desinfecção de superfícies, ou ensaios de fermentação alcoólica. Na actividade Computação sem Fronteiras, também em Gualtar, os participantes testam a programação robótica, com demonstração prática com modelos e resolução de desafios e problemas de programação, além de do desafio de pensar como um informático, contornando dificuldades em jogos e quebra-cabeças que ensinam a transformar problemas em programação.
A EEUM tem ainda um grupo de oito jovens a participar na actividade de Visita aos Laboratórios Biomédicos, num contacto com os espaços de ciência que estão ligados a este curso, nomeadamente na engenharia biológica, informática, mecânica, polímeros, electrónica industrial.

Tarde lúdica proporcionou inúmeras actividades

Ao cabo de 10 anos de Verão no Campus da Universidade do Minho (UMinho), pela primeira vez, a tradicional Tarde Lúdica viveu-se a meio da semana no espaço verde do campus de Azurém, na cidade de Guimarães.
Numa tarde animada com diversos jogos e desportos de aventura, houve espaço para juntar todos os participantes no enorme parque verde do campus de Azurém, onde foram montadas a infraestruturas para um conjunto de actividades ao ar livre.
Aqui, desfrutaram e experimentaram a adrenalina de actividades como escalada, slide, paintball, tiro com arco, corrida de mini-carts, insufláveis, trampolim, entre outras.

Vindos de vários pontos do país, mas também do estrangeiro – o Verão no Campus deste ano recebeu participantes de vários países, nomeadamente Brasil, Japão e Itália – os jovens veraneantes conviveram em grupo num grande lanche conjunto, depois de participarem nas actividades de lazer.
O grupo Verão no Campus 2018, com os cerca de 350 participantes, volta a marcar encontro para a tarde de amanhã, no Parque das Oliveiras, no campus de Gualtar, já na Universidade do Minho em Braga onde vão viver-se as emoções da grande festa de encerramento e despedida.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.