Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Vertente cultural é essencial para afirmar identidade da eurorregião
Papas de Sarrabulho, Vinho Verde Loureiro e Laranja de Amares deram asas à imaginação de jovens estudantes

Vertente cultural é essencial para afirmar identidade da eurorregião

Alto Minho proporciona viagem no tempo

Vertente cultural é essencial para afirmar identidade da eurorregião

Braga

2021-09-16 às 07h00

Redacção Redacção

Eixo Atlântico promoveu evento dedicado ao sector cultural, onde Ricardo Rio defendeu que “a cul-tura é essencial para promover o desenvolvimento turístico e económico sustentável da eurorregião”.

“A vertente cultural é essencial para a afirmação da identidade dos cidadãos desta eurorregião. Não podemos falar de desenvolvimento turístico e económico sustentável de uma cidade se não pusermos a cultura como prioridade”. Esta foi a mensagem deixada por Ricardo Rio, enquanto presidente do Eixo Atlântico, no evento promovido anteontem por esta associação transfronteiriça, no âmbito do projecto Epicah, que é financiado pelo Interreg Europa.
O Eixo Atlântico lidera este projecto europeu, iniciado já em 2017, no qual participam regiões e entidades transfronteiriças de oito países, concretamente Espanha, Portugal, Itália, Estónia, Grécia, República Checa, Hungria e Roménia.
O objectivo do trabalho desenvolvido no âmbito deste Epicah passa por impulsionar o turismo cultural, de património e de natureza.
Num evento que teve como tema ‘A cultura enquanto Motor do Desenvolvimento Económico’, o também presidente do Município de Braga referiu que no caso concreto da capital minhota, “a nível cultural temos actividades, agentes, projectos educativos, ligação à tecnologia e locais de espectáculo que permitem beneficiar, em primeiro lugar, os residentes e aumentar a sua qualidade de vida. Queremos cidadãos felizes que possam realizar os seus sonhos e expectativas, e este é o melhor ca- minho para o conseguir”.
Segundo Ricardo Rio, tem sido ainda efectuado um trabalho “contínuo e consistente” na promoção conjunta do território, que deu origem, inclusivamente, ao slogan “dois países, um destino” e que tem vindo a ser potenciado e trabalhado pelo Eixo Atlântico.
“O turismo é uma dimensão fundamental para o território. Este conceito revelou-se um sucesso e estamos certos de que, em conjunto, somos mais fortes e poderemos obter maiores benefícios para esta euro-região no seu todo”, afirmou o presidente do Eixo Atlântico, lembrando ainda que este é um território que oferece aos habitantes e visitantes um legado histórico e cultural riquíssimo, cidades vibrantes e recursos naturais de enorme valia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho