Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Viana do Castelo cria Centro de Investigação em Saúde comunitária
Um marco na historiografia dos clubes desportivos em Portugal

Viana do Castelo cria Centro de Investigação em Saúde comunitária

Vizela com a Primeira Liga aos seus pés

Viana do Castelo cria Centro de Investigação  em Saúde comunitária

Ensino

2021-03-20 às 12h23

Miguel Viana Miguel Viana

Estrutura vai ser criada em Maio ou Junho, com a finalidade de elaborar uma estratégia de promoção da saúde para os anos de 2022 a 2026.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai criar, em parceria com a Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e a Unidade de Saúde Local do Alto Minho, um Centro de Investigação de Saúde.
O anúncio foi feito ontem, em conferência de imprensa virtual, pelo vereador do pelouro da Promoção da Saúde, Ricardo Rego.
O objectivo principal do centro é elaborar uma estratégia municipal para a promoção da saúde para o quadriénio 2022/2026.

O centro vai ser criado entre?os meses de Maio e Junho, na zona da Praia Norte. “Temos de encetar um debate profundo de reconceptualização dos modelos e planos de saúde existentes de forma a permitir o acesso privilegiado da população a cuidados de saúde de nova geração, cada vez mais inovadores”, indicou Ricardo Rego. Nesse âmbito estão já definidas algumas acções a realizar entre os meses de Abril e Dezembro deste ano.
Nos meses de Abril a Junho serão feitos questionários junto da população, aproveitando o programa ‘Saúde + Próxima’. “As perguntas à população servirão para definir o perfil de saúde dos vianenses, para depois adaptarmos as políticas de saúde”, indicou Ricardo Rego.

Os resultados dos inquéritos à população são divulgados em Setembro e em Dezembro é apresentada a Estratégia Municipal para a Promoção da Saúde entre 2022 e 2026.
“Tendo essa informação, o Conselho Municipal de Saúde, em parceria com o executivo municipal que estiver em exercício, com a ULSAM, têm os dados que precisam para definir e adotar a estratégia”, revelou Ricardo Rego.
O vereador lembrou que está a decorrer o processo de vacinação contra a Covid-19 e que, desde 27 de Fevereiro até ontem, já tinham sido vacinados 50 por cento dos utentes com 80 ou mais anos e pessoas com mais de 50 anos com doenças associadas. A suspensão temporária da ministração da vacina da AstraZeneca causou atrasos na vacinação, mas o vereador admitiu que a primeira fase de vacinação possa estar concluida em Abril ou Maio. Caso seja necessário um reforço da vacinação, o município de Viana do Castelo dispõe de um “plano B” para vacinar mais pessoas, garantiu o vereador da Promoção da Saúde.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho