Correio do Minho

Braga,

- +
Viana do Castelo: IPVC cria embalagens para produtos regionais
Tiago Rodrigues preside à Comissão de Honra da Romaria d’ Agonia

Viana do Castelo: IPVC cria embalagens para produtos regionais

Feira Franca de Amares reforçada após a pandemia

Viana do Castelo: IPVC cria embalagens para produtos regionais

Ensino

2022-05-05 às 13h00

Redacção Redacção

Alunos do Curso de Design do Produto vão criar embalagens para o mel do da Peneda-Gerês, para a alheira vegetariana e para as roscas de Monção.

Citação

Os alunos do segundo ano do Curso de Design do Produto da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) foram desafiados pela Feel Agency a criar novos conceitos de embalagens para três artigos regionais: o mel do Parque Nacional da Peneda-Gerês, a alheira vegetariana e as roscas de Monção.
O desafio visou incentivar os alunos a reconhecerem e valorizarem a história e a origem dos produtos e a conciliarem as acções teorico-práticas com a formação técnica, cultural e ambiental. O projecto envolve parceiros como a ADRIMINHO e a ADERE Peneda-Gerês.
João Martins, professor responsável pelo projecto, destaca que “Iniciativas como esta são uma motivação acrescida para que os alunos entendam as dificuldades, as expectativas e as exigências de desenvolver embalagens para produtos de grande valor acrescentado como são os produtos regionais.”
Sónia Almeida, administradora-delegada da ADERE Peneda -Gerês, defendeu que os alunos, “antes de partirem para o desenvolvimento de uma embalagem seja de que produto for”, é fundamental que tenham “um conhecimento do território”.
A professora do IPVC, Joana Santos, destacou que este trabalho “enquadra-se numa estratégia de aprendizagem colaborativa estabelecendo o contacto com empresas locais, o que traz uma mais-valia para os nossos estudantes aproximando-os do mercado de trabalho”. Por outro lado, acrescentou a docente, per- mite “ainterligação com outra área de conhecimento muito importante para o IPVC, a área alimentar.”
Rafael Oliveira, da Feel Agency, apresentou a plataforma ‘online’destinada ao projecto e frisou que o objectivo “é envolver a comunidade à volta de um tema que nos é comum a todos: a gastronomia.
Passa por juntar entidades privadas, públicas, instituições, produtores, entre outros, à volta de um tema e discuti-lo, para que o futuro seja melhor do que aquilo que temos hoje. Este projecto, por exemplo, é uma óptima forma de associar a gastronomia àquilo que eles gostam de fazer e é uma oportunidade de levar a estes jovens um conhecimento mais aprofundado sobre o território.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho