Correio do Minho

Braga,

- +
Vila Verde aprova criação de unidades de apoio social na área da deficiência e da doença mental
Carlos Salgado de saída; Rui Nibra regressa a casa

Vila Verde aprova criação de unidades de apoio social na área da deficiência e da doença mental

Bruno Silva e Marta Branco venceram o 22.º BTT XCO - ACRAP

Vila Verde aprova criação de unidades de apoio social na área da deficiência e da doença mental

Cávado

2021-06-09 às 22h45

Redacção Redacção

Conselho Local de Acção Social de Vila Verde deu pareceres favoráveis para a criação da várias unidades de apoio social na área da deficiência e da doença mental. Reunião ocorreu hoje no Salão Nobre dos Paços do concelho.

O Conselho Local de Acção Social (CLAS) do concelho de Vila Verde reuniu hoje, 9 de Junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde aprovou os pedidos de parecer do Centro Social do Homem, para as seguintes respostas: Unidade Sociocupacional – USO – Casa da Citânia; Residência de Apoio Moderado – Casa da Citânia; Lar Residencial – Quinta do Senhor; ERPI (Estrutura Residencial para Idosos) e Centro de Dia - Casa da Alegria; Equipa de Apoio Domiciliário em Saúde Mental (EAD) – Casa da Citânia; COHOUSING – Habitação Colaborativa – Quinta do Senhor.

Também foi aprovado o pedido de parecer para a criação de um CAFAP - Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental, solicitado pela ADOL - Associação Domingos Oliveira Lopes.

A reunião foi presidida pelo Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, António Vilela, e contou com a presença da Vereadora da Acção Social, Júlia Fernandes, e de representantes das várias instituições de solidariedade social, escolas, Juntas de Freguesia e Conferências Vicentinas, entre outras.

Em relação aos pareceres pedidos pelo Centro Social do Vale do Homem, o presidente da autarquia vilaverdense referiu “que se tratam de excelentes respostas para o concelho, que vêm ao encontro das várias necessidades sentidas no terreno e que proporcionarão melhores condições de vida às pessoas portadoras de deficiência mental e às suas famílias.”

Na reunião foi também apresentado o Relatório de Execução das Actividades desenvolvidas pelo CLDS-4G de Vila Verde.

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Verde apresentou o diagnóstico concelhio infanto-juvenil e a proposta do Plano Local de Promoção e Protecção das Crianças e Jovens. Esta entidade informou ainda, que no dia 24 de Maio, o Agrupamentos de Escolas de Prado e de Vila Verde e Escola Secundária receberam a distinção de SELO PROTETOR, atribuído pela CNPDPC.

Esta distinção resulta do reconhecimento destas entidades como impulsionadoras de políticas públicas, plasmadas no seu Projecto Educativo, e práticas promotoras da protecção e promoção dos Direitos da Crianças e dos Jovens. A EPATV já teve este reconhecimento em edição anterior.

No final dos trabalhos o edil, António Vilela, agradeceu a todas as instituições presentes o incansável trabalho que desenvolvem durante todo o ano junto dos vilaverdenses, das pessoas com maior vulnerabilidade social, nomeadamente idosos, portadoras de deficiência, crianças, jovens e suas famílias.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho