Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Vila Verde é capital do Pica no Chão no último fim-de-semana do mês
Equipa Portugal arrecada três pódios no Troféu Alves Barbosa

Vila Verde é capital do Pica no Chão no último fim-de-semana do mês

Caminha já prepara o Carnaval

Vila Verde é capital do Pica no Chão no último fim-de-semana do mês

Cávado

2019-11-21 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Iguaria vai estar à mesa de 11 restaurantes aderentes nos dias 29 e 30 de Novembro e 1 de Dezembro, que servirão ainda como sobremesa o pudim Abade Priscos. Há também descontos no alojamento.

Vila Verde volta a assumir-se como a capital do Pica no?Chão. A iguaria vai estar em destaque no Fim-de-Semana Gastronómico de 29, 30 de Novembro e 1 de Dezembro, que dá o pontapé de arranque ao roteiro promovido pela entidade Turismo Porto e Norte de Portugal, que envolve 78 municípios, onde se pretende promover o melhor da gastronomia e doçaria de cada município.
São 11 os restaurantes de Vila Verde que aderem à iniciativa, trazendo à mesa não só o Arroz de Pica no Chão, como também o não menos famoso Pudim Abade Priscos ou o Doce de Regalados como sobremesa.
Para harmonizar este casamento perfeito estarão os vinhos verdes da região, cada vez mais apreciados e premiados pelo público.

Associada à iniciativa estará também a 9.ª Mostra de Doces e Sabores da Nossa Terra que conta com seis pastelarias aderentes que oferecerão aos clientes os seus melhores doces, muitos dos quais confeccionados com produtos da região, como são o caso dos frutos vermelhos.
Para quem pretender pernoitar no concelho neste fim-de-semana há também descontos no alojamento. Uma oportunidade para comprovar a qualidade e distinção dos empreendimentos turísticos locais e ‘namorar’ espaços que conjugam o acolhimento familiar e a beleza paisagística.
São sete as unidades aderentes que oferecem condições nas noites de sexta e sábado.

A gastronomia serve também como pretexto para conhecer a beleza paisagística, arquitectónica e cultural local. E não faltam motivos de interesse como o?Museu do Linho, a Casa do Brinquedo, a Aliança Artesanal, o?espaço Namorar Portugal, entre muitos outros.
Para o dia 1 de Dezembro está agendada uma actividade para os amantes da natureza. O Trilho da Nóbrega convida desgastar as calorias extra do fim-de-semana gastronómico e a fazer um percurso de mais de quatro horas que dá a conhecer alguns do pontos mais importantes desta localidade.
“Vamos fechar com chave de ouro a Rota das Colheitas”, referiu a vereadora do Turismo da Câmara de Vila Verde, Júlia Fernandes durante a apresentação da iniciativa.

Rota das Colheitas: um motor de dinamização do comércio do concelho

Já na sua recta final, a Rota das Colheitas de Vila Verde mostrou, uma vez mais, que continua a ser uma das alavancas da economia local, aliando a tradição à competitividade.
Classificando este como “um programa claramente vencedor”, o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde traça um balanço “extremamente positivo” deste roteiro que promove a divulgação dos produtos locais, a valorização do território através do seu potencial gastronómico, arquitectónico e paisagístico.

António Vilela assume que a iniciativa, que integrou actividades muito diversificadas, constitui um motor de dinamização dos negócios locais e que o fim-de-semana gastronómico dedicado ao Pica no Chão é a melhor forma de terminar este roteiro. “É o nosso emblema final da Rota das Colheitas ao qual se associam outras iguarias, especialmente o Pudim Abade Priscos, assim como a qualidade dos nossos vinhos de outros produtos locais”, diz o autarca, ressalvando que ao longo do ano alguns dos produtos da região foram premiados a nível nacional e internacional. “O Arroz de Pica no Chão foi precisamente uma das iguarias distinguidas na Feira de Gastronomia de Santarém, com um restaurante local a receber a medalha de ouro para o melhor Arroz de Pica no?Chão”, frisou António Vilela.

O concelho foi também premiado pela qualidade dos seus vinhos. “Só a Quinta do Vale do Homem recebeu três prémios - um deles medalha de ouro - para a casta loureiro”.
Vila Verde tem corrido as bocas do mundo também pela qualidade do seu alojamento, sobretudo depois da Hotel Torre de Gomariz ter sido classificado como um dos melhores hotéis rurais do mundo. “Isto demonstra a dinâmica que o concelho tem conhecido e a que a parceria que tem sido levada a cabo com estas instituições está a dar resultado graças ao empenho, determinação e capacidade empreendedora dos nossos operadores, dos agentes económicos que desenvolvem actividade no concelho”, remata o autarca que ontem marcou presença na apresentação do Fim-de-Semana Gastronómico.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.