Correio do Minho

Braga,

- +
Vila Verde: Nova creche em resposta a um “grave problema”
Vila Nova de Cerveira sobe duas posições entre os concelhos mais exportadores do Norte

Vila Verde: Nova creche em resposta a um “grave problema”

Bernardo Reis “um cidadão ilustre, com uma obra notável”

Vila Verde: Nova creche em resposta a um “grave problema”

Cávado

2024-02-22 às 09h00

Libânia Pereira Libânia Pereira

A Casa do Povo da Vila de Prado lançou, ontem, a primeira pedra da nova Creche e SAD. O equipamento permitirá acolher 78 crianças.

Citação

O lançamento oficial da primeira pedra da nova Creche e Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da Casa do Povo da Vila de Prado decorreu, na tarde de ontem, na presença da secretária de Estado da Inclusão. Com um valor total de 1.635 milhões de euros, a empreitada representa um “enorme esforço” para a instituição. Contudo, Ana Sofia Antunes trouxe boas novas, anunciando que os 598 mil euros de apoio no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) terão um acréscimo de 20%.
Numa altura em que celebra 80 anos de existência, a Casa do Povo da Vila de Prado concretiza um projecto que vem dar resposta a um “problema grave” identificado pela instituição. Actualmente a IPSS tem capacidade para receber 33 crianças em creche, contudo “a extensa lista de espera conta com cerca de uma centena de pedidos”, revelou Armandino Carvalho, presidente da Casa do Povo da Vila de Prado. Com a construção do novo edifício esta resposta social será alargada para 78 vagas.
“Esta é uma obra que implica uma verba avultada, representando assim um esforço enorme para a instituição. Estamos a falar de um investimento de 1.635 milhões de euros, com um apoio de 598 mil euros no âmbito do PRR e 150 mil euros de apoio por parte do Município de Vila Verde. Em falta estão cerca de um milhão de euros. Vamos ter de recorrer à banca, fazendo um empréstimo a rondar os 400 mil euros”, revelou Armandino Carvalho.
A boa nova foi anunciada ontem pela secretária de Estado da Inclusão ao revelar que o apoio inicialmente previsto no âmbito do PRR terá um acréscimo de 20%. “Não conseguimos o valor que inicialmente pedimos a Bruxelas de 30% de incremento por obra, mas conseguimos 20%, o que é um valor que não é de desconsiderar”, disse.
Ana Sofia Antunes lembrou ainda que o acesso das crianças à creche tem sido “uma absoluta prioridade do actual Governo”, sendo que ao tornar esta resposta gratuita a procura aumentou. “Há quatro anos atrás contávamos com cerca de 118 mil vagas em Portugal, temos neste momento 132 mil. 14 mil vagas em quatro anos não é um valor despiciendo”, notou.
Por sua vez, a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde lembrou “o trabalho extraordinário levado a cabo pela Casa do Povo em defesa daqueles que mais precisam”. A obra agora em curso deverá estar finaliza em Agosto de 2024, e irá “suprir as carências que esta instituição tem manifestado, em termos de creche e com o SAD”. Este investimento é “um acto de coragem”, que vem “enriquecer o trabalho aqui desenvolvido”, considerou Júlia Fernandes.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho