Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Vinhos Verdes em destaque no Canadá
Antero Barbosa quer resolver desafios do saneamento e da perda de população

Vinhos Verdes em destaque no Canadá

Ricardo Soares chama atenção para a motivação extra do Condeixa

Vinhos Verdes em destaque no Canadá

Nacional

2021-08-25 às 18h30

Filipa Ribeiro Filipa Ribeiro

‘Emocionante e complexo’ é o vinho verde, nas palavras de uma especialista em vinho do Canadá. A Rota dos Vinhos Verdes está de volta no dia 4 de Setembro, com ‘Dia de Portas Abertas’.

Os famosos Vinhos Verdes chegaram ao Canadá e ganharam protagonismo num artigo da VITIS, a primeira revista dedicada à cultura do vinho. "Emocionante, complexo e fácil de comer" é a descrição de Joanne Sasvari sobre os Vinhos Verdes de Portugal. Desde os vinhos de produtores como o Soalheiro, Quinta de Simães à Quinta da Raza, o ‘mar de suculentos sabores cítricos e subtilmente saborosos’ é evidente para a especialista em vinho, lamentando que, embora ‘perfeitamente deliciosos’, “poucos deles estão disponíveis na Colúmbia Britãnica”, província locali- zada no extremo oeste do Canadá.

O Vinho Verde possui 16.000 hectares de vinhas, onde 16.000 viticultores produzem mais de 80 milhões de litros de vinho por ano. O clima é fresco e chuvoso no inverno e quente e seco no verão, condições que Joanne considera “ideais para a criação de vinhos com uma frescura luminosa e estimulante”. A editora aconselha o seu consumo acompanhado de “alimentos de verão, especialmente frutos do mar de todos os tipos” e, ao longo do artigo, não deixou dúvidas, o vinho verde é “realmente luminoso, fresco, complexo e perfeito para o verão”, aconselhando o Aveleda Loureiro 2019 e o Aveleda Alvarinho 2019 como dois dos vinhos a serem provados.

De referir que no próximo dia 4 de Setembro, várias quintas e produtores da Rota dos Vinhos Verdes recebem visitantes e promovem 'dia de portas abertas' com actividades de enoturismo. Entre as 10 e as 19 horas, escolha o seu roteiro e visite as quintas envolvidas no projecto, onde poderá caminhar na vinha, conhecer o modo de vindima e de produção do vinho e, claro, provar os vinhos que ali se produzem. E se quer participar neste evento, mas prefere beber e não conduzir, pode inscrever-se para apanhar um dos cinco autocarros disponíveis, com partida das cidades de Braga e do Porto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho