Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Virar a Página muda-se para Palmeira
Valença: Carpinteira promete “determinação, experiência e capacidade de diálogo”

Virar a Página muda-se para Palmeira

Barcelos exige investimentos da administração central

Virar a Página muda-se para Palmeira

Braga

2021-09-19 às 06h00

Redacção Redacção

Projecto que confecciona e distribuiu refeições vai deixar as instalações do Centro Paroquial de Gualtar e instalar-se num espaço da Creche de Braga, em Palmeira. Durante a transição, as refeições serão confeccionadas pelos voluntários num restaurante.

O projecto Virar a Página (VAP) vai deixar, até ao final deste mês, as instalações do Centro Paroquial de Gualtar, uma vez que esta instituição vai retomar as suas actividades habituais pré-pandemia naquele espaço.
O VAP vai mudar-se para Palmeira, em instalações disponibilizadas pela Creche de Braga. Sendo necessário efectuar algumas intervenções no novo espaço, os voluntários do VAP vão confeccionar as refeições, provisoriamente, no restaurante Luz Natural.
Em comunicado, o VAP refere que “nestes últimos 12 meses, graças à generosidade do cónego Avelino e seus paroquianos, foi possível instalar a cozinha solidária do VAP no Centro Paroquial de Gualtar, onde foram confeccionadas milhares de refeições que eram depois distribuídas a quem pede auxilio deste serviço de emergência”.

Agora, “graças, à direcção da Creche de Braga, que reagiu com grande entusiasmo ao ser abordada nesse sentido pelo presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, foi possível encontrar um novo espaço para instalar a cozinha solidária, um espaço em Palmeira, que generosa- mente cedem ao VAP”.
Serão necessários alguns trabalhos de adaptação no no espaço, decorrendo neste momento os trâmites para a legalização do mesmo, pelo que foi necessário encontrar um local onde, durante algum tempo fosse possível instalar a cozinha. Assim, o VAP irá temporariamente funcionar nas instalações do restaurante ‘Luz Natural’, que “a família Lopes gentilmente cedeu”.

Assim, no próximo dia 25 de Setembro, o VAP irá mudar-se para a nova cozinha temporária. “Contamos mais uma vez com ajuda dos voluntários, no dia 25 de tarde mudamo-nos para a nova cozinha e na manhã seguinte já estaremos, a partir de lá, a cozinhar as refeições desse dia”, diz com determinação Helena Pina Vaz. A coordenadora do VAP refere ainda que “vai ser uma operação que irá requerer uma equipa muito bem articulada”, mas são bem-vindas “ajudas extra para este dia especialmente exigente”. O VAP já tem quase todo o mobiliário de cozinha necessário, graças a um donativo do Montepio Geral, que resultou da insolvência de uma empresa.
Helena Pina Vaz continua a apelar ao envolvimento de voluntários, pois são eles que suportam a operação de confecção e distribuição de refeições. Apela também veementemente a donativos para a alimentação, mas também para as obras de adaptação do novo espaço em Palmeira, que serão feitas maioritariamente com mão de obra voluntária e mínimo de gastos possível.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho