Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Vitória SC regressa aos triunfos na I Liga
Alto Minho aposta no turismo equestre

Vitória SC regressa aos triunfos na I Liga

Fafe: Município já atribuiu 1,4 milhões de euros a alunos do ensino superior

Vitória SC regressa aos triunfos na I Liga

Desporto

2020-07-01 às 17h38

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Vitória SC regressou aos triunfos ao vencer o Vitória de Setúbal por 2-0 em jogo da 29.ª jornada. Golaço de Edwards desbloqueou o jogo e Ouattara selou o triunfo. Sadinos desnorteados terminaram com oito.

Uma verdadeira obra de arte de Edwards abriu caminho à vitória, selada já perto dos 90 com um grande chapéu de Ouattara. Dois grandes momentos a confirmarem a superioridade clara do Vitória SC frente a um Vitória de Setúbal que tentou reagir na segunda parte, mas acabou completamente desnorteado e reduzido a oito jogadores. Vimaranenses mantém o olhar nos lugares de acesso à Europa, já os sadinos ainda não venceram após o reatamento do campeonato e estão a três pontos da zona de despromoção.
O duelo de vitórias começou algo amorfo, mas com sinal mais para a equipa da casa, que desperdiçou logo aos três minutos uma grande penalidade após Sílvio ter derrubado André André. Chamado a marcar, o capitão atirou ao lado.
A pressão da procura do triunfo não deu grande espaço a bom futebol, até que um momento de genialidade de Edwards - eleito o homem do jogo - desbloqueou a partida e abriu caminho à vitória. Jogada estrondosa do inglês
pelo lado direito, que sentou Jubal com uma simulação de classe e de pé esquerdo rematou potente para o fundo das redes de Lucas Paes.
Em vantagem, a equipa de Guimarães controlou o jogo, sempre com mais bola e criou bastantes dificuldades aos sadinos, sobretudo pelo corredor direito. A estatística ao intervalo mostrava isso mesmo: 59 por cento de posse de bola e sete remates para apenas um da formação de Setúbal.
No segundo tempo, os sadinos tentaram reagir, mostraram-se mais atrevidos em campo, chegaram mais vezes à baliza de Douglas, mas os vimaranenses souberam gerir a vantagem e seguraram o encontro, até que um novo erro individual tranquilizou a equipa. Ouattara aproveitou um mau passe do adversário, ganhou na velocidade a Artur Jorge e fez um chapéu a Lucas Paes confirmando o triunfo.
Depois de jogarem com dez desde os 70 minutos, quando Leandrinho viu vermelho directo, os sadinos terminaram perdidos em campo e reduzidos a oito, após as expulsões de Guedes e Sílvio, já nos descontos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho