Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Vizela inaugura requalificação da Escola Secundária
UMinho estuda relação entre escrita e sofrimento em estudantes universitários

Vizela inaugura requalificação da Escola Secundária

Município sensibilizou alunos para o combate à Covid-19

Vizela inaugura requalificação da Escola Secundária

Vale do Ave

2020-09-16 às 19h19

Redacção Redacção

A requalificação e modernização da Escola Secundária de Caldas de Vizela visou a resolução de várias patologias, pois, tratando-se de um edifício construído em 1983, encontrava-se completamente obsoleto ao nível das infraestruturas.

No seguimento da renovação do parque escolar edificado que a Autarquia está a levar a cabo durante este mandato, a Câmara Municipal vai inaugurar as obras de requalificação e modernização das instalações da Escola Secundária de Vizela, no próximo dia 19 de setembro, pelas 10.30h.
A obra de “Requalificação e Modernização das Instalações da Escola Secundária de Vizela” é um projeto com valor de 3.000.000,00€, com comparticipação FEDER e do Orçamento de Estado.
A requalificação e modernização da Escola Secundária de Caldas de Vizela visou a resolução de várias patologias, pois, tratando-se de um edifício construído em 1983, encontrava-se completamente obsoleto ao nível das infraestruturas, necessitando de uma profunda reabilitação, tendo sido efetuada uma intervenção nos elementos das fachadas que constituem a envolvente exterior, a requalificação, e a conservação do interior do edifício e a substituição de todo o mobiliário Concretizando a modernização do espaço, numa perspetiva de adaptação à evolução tecnológica e às exigências normativas e legais.  
De destacar que, quando este Executivo Municipal tomou posse, um dos objetivos fundamentais foi inverter o paradigma no que concerne à relação entre a Autarquia e as escolas do Concelho e que, nos últimos anos criou uma grande clivagem entre escolas totalmente requalificadas e escolas em situações degradantes.
Assim, uma das principais ações nesta matéria foi a visita que o Executivo Municipal fez a todas as escolas, no sentido de identificar um conjunto de necessidades dos estabelecimentos de ensino do Concelho e onde foram diagnosticados os principais problemas de cada um deles, tendo criado o Fundo de Emergência Escolar, com o objetivo de suprir as carências mais significativas e prementes das instalações escolares do Município.
Para além destas intervenções pontuais, a Câmara Municipal estabeleceu protocolos de delegação de competências nas Juntas de Freguesia para a resolução de problemas correntes e diários de reparações no que concerne às escolas, apostando no fator proximidade, que se tornou determinante e preponderante no que respeita às efetivas necessidades dos estabelecimentos de ensino.
Cumprindo a premissa deste Executivo de que a Educação é o Futuro, a Câmara Municipal irá privilegiar esta vertente, promovendo e operacionalizando medidas de desenvolvimento da educação, tomando este aspeto como determinante na qualificação e competitividade futura das gerações vindouras no Concelho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho