Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Voluntários de Caminha: Viatura para combate a incêndios urbanos é o “grande sonho”
Escola de Guimarães com 55 alunos e 20 professores em quarentena

Voluntários de Caminha: Viatura para combate a incêndios urbanos é o “grande sonho”

Hélder Baptista com “ambição enorme” no novo projecto do Lank FC Vilaverdense

Voluntários de Caminha: Viatura para combate a incêndios urbanos é o “grande sonho”

Alto Minho

2020-08-05 às 09h00

Redacção Redacção

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caminha assinalou ontem o 125º aniversário. Reforço do parque de viaturas com um veículo para combate a incêndios urbanos é a prenda desejada.

Ucma viatura para combater incêndios urbanos (VUCI) é o grande sonho dos Bombeiros Voluntários de Caminha, que ontem assinalaram 125 anos de existência. A corporação dispõem de viaturas devidamente equipadas, como um outro veículo de combate a incêndios urbanos e outro de desencarceramento, “mas já são usados. O nosso grande sonho era mesmo um novo VUCI”, adiantou José Casimiro Lages, presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caminha
A desejada viatura está orçada em cerca de 300 mil euros, pelo que a corporação espera poder contar com a ajuda externa, particularmente de fundos europeus e da Câmara Municipal de Caminha.
A autarquia caminhense colaborou, recentemente, na aquisição de uma viatura para combate a fogos florestais (VFCI 04), da marca Unimog 5000, com um financiamento de 25 mil euros.
Outra das prendas desejadas pelos soldados da paz caminhenses é a aquisição de novos equipamentos de protecção individual (EPI). “Não queria deixar passar oportunidade para relembrar à Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil (ANEPC) e demais entidades responsáveis a necessidade de dotar os nossos bombeiros com EPI’s (há mais de 6 anos que não é entregue pela ANEPC um único equipamento de protecção individual)”, referiu o presidente da direcção, José Casimiro Lages, na sessão solene comemorativa dos 125 anos dos bombeiros caminhenses, decorrida no passado sábado.
O responsável garantiu, no entanto, que a direcção tem “proporcionado as ferramentas necessárias para que o Corpo de Bombeiros possa actuar nas ocorrências com a segurança e eficácia necessárias para assegurar a protecção dos nossos bombeiros mas também aqueles a quem servem”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho