Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Workshop do processo de Certificação da Torta de Viana reuniu profissionais do setor
Famalicão vai manter abertos os serviços municipais essenciais nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro

Workshop do processo de Certificação da Torta de Viana reuniu profissionais do setor

Braga com 1415 casos activos de Covid-19

Workshop do processo de Certificação da Torta de Viana reuniu profissionais do setor

Alto Minho

2020-10-26 às 11h11

Redacção Redacção

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito de uma Candidatura das Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Ave e do Cávado, no contexto da atribuição do Galardão da Região Europeia da Gastronomia ao Minho, está a desenvolver o processo de Certificação da Torta de Viana, um “ex-libris” da doçaria tradicional de Viana, confecionada à base de creme de ovo, farinha e açúcar.

O Café Concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda acolheu hoje um workshop no âmbito do processo de certificação da Torta de Viana, de modo a valorizar e promover este produto endógeno de Viana do Castelo. O encontro foi dirigido a empresários e colaboradores do setor da restauração, no sentido de melhorar a apresentação da Torta de Viana e promover a sua ligação aos produtos vínicos locais.
A Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito de uma Candidatura das Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Ave e do Cávado, no contexto da atribuição do Galardão da Região Europeia da Gastronomia ao Minho, está a desenvolver o processo de Certificação da Torta de Viana, um “ex-libris” da doçaria tradicional de Viana, confecionada à base de creme de ovo, farinha e açúcar.
Esta certificação prende-se com a necessidade de preservar a receita tradicional de um doce que tem associado a si o nome de Viana do Castelo, de modo a valorizar e promover este produto endógeno.
Na rica e vasta doçaria de Viana do Castelo, destaca-se esta torta, de origem conventual, muito apreciada por toda a região e uma das receitas mais afamadas de Portugal. A torta de Viana é feita com um inconfundível recheio de doce de ovos e tradicionalmente polvilhada com açúcar.
A receita terá aparecido oriunda do Convento de Santa Ana de Viana do Castelo, em 1505. As primeiras freiras eram Clarissas e teriam vindo do Mosteiro de Vila do Conde onde já eram renomadas artistas doceiras.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho